Agrotóxicos: riscos e impactos

Estudos que apontam os graves efeitos dos agrotóxicos na saúde e no ambiente não são suficientes para frear projeto de lei que restringe atuação dos órgãos competentes no processo de liberação e controle desses produtos.

 

Ao longo das últimas décadas, vêm sendo reunidas na literatura evidências científicas sobre o risco para a população do uso intensivo e contínuo de agrotóxicos no país. Entretanto, alertas de cientistas e ambientalistas sobre os graves efeitos desses produtos na saúde e no ambiente não estão sendo suficientes para impedir a aprovação de um projeto de lei que altera a Lei n° 7.802, de 1989, e que busca restringir a atuação dos órgãos competentes em todo o processo de liberação e controle de agrotóxicos.

Fernando Ferreira Carneiro
Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Ceará,
Observatório de Saúde das Populações do Campo, Floresta e das Águas –Teia de Saberes e Práticas (Obteia).

Magareth Borges Coutinho Gallo
Fiocruz Ceará

Vicente Almeida
Rede Edutec Água,
Universidade de Brasília (UnB)

Raul Vitor Ferreira de Oliveira
Ciências Ambientais
Universidade Federal do Ceará (graduando)
Fiocruz Ceará (bolsista de iniciação cientifica)

Alan Tygel
Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Quase três séculos de atraso

O estudo das reparações por erros históricos, como a escravidão nas Américas, pode lançar luz na luta por justiça social, no combate ao racismo, à supremacia branca e às desigualdades raciais.

Sexualidade e gênero na pauta da escola

Reflexões resultantes do diálogo entre uma professora do ensino médio e um pesquisador na área de educação, gênero e sexualidade.