Apertar mãos e somar números: tudo a ver!

Pode haver uma ‘ligação oculta’ entre problemas aparentemente diferentes. É justamente assim que se revela uma intrigante característica da matemática: a unidade entre questões à primeira vista desconexas.

Um aspecto instigante (e intrigante) da matemática é o fato de que,não raramente, problemas que parecem ser muito diferentes estão relacionados. Explorar esses paralelos amplia o cenário de nosso entendimento ‒ por sinal, algo sempre muito bem-vindo.

Um exemplo interessante que ilustra esse paralelo é o da soma dos inteiros e o chamado problema dos apertos de mão. O primeiro problema consiste em calcular a soma de números inteiros, de 1 a 10, por exemplo [Em tempo: esse problema apareceu aqui, na coluna em que discutimos a famosa história do grande matemático alemão Carl Friedrich Gauss (1777-1855), ainda criança, respondendo a uma questão proposta (como punição à turma) pelo professor]. Não é difícil somar um a um e chegar ao resultado: 55.

Marco Moriconi
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Nióbio: salvação ou promessa brasileira do século 21?

Talvez, você já tenha lido nas redes sociais que a exploração do nióbio seria a ‘salvação’ para a economia do Brasil. Isso procede? O que é fato sobre esse elemento químico? Que propriedades o fazem tão especial?

Deus e o Diabo na literatura dirigida à infância

Como estratégia para conquistar as crianças indígenas, o padre jesuíta José de Anchieta valia-se de autos e recitais de poesia.