Complexidade econômica: o Brasil em um processo de desindustrialização

Há fortes indícios de que o Brasil esteja atravessando um processo de desindustrialização. Isso é o que mostra o chamado Índice de Complexidade Econômica, para um período que vai de 1998 a 2017.

Desde o século 17, o economista britânico Adam Smith (1723-1790) já indicava que o aumento da riqueza e produtividade do trabalho se iniciava com os processos ligados à divisão do trabalho. Dessa forma, a riqueza de uma nação dependia da produtividade do trabalho, a qual, por sua vez, seria função do grau de especialização.

No século passado, o economista austríaco Joseph Schumpeter (1883-1950) foi algo além: estabeleceu que são as inovações que permitem ganhos de produtividade e, portanto, é a inovação a que estimula o desenvolvimento econômico.

William David Morán Herrera

Escola Nacional de Ciências Estatísticas e
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Julia Celia Mercedes Strauch

Escola Nacional de Ciências Estatísticas e
Universidade Federal Fluminense

Miguel Antônio Pinho Bruno

Escola Nacional de Ciências Estatísticas e
Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje