Física mesoscópica na biologia

A migração e a aglomeração de células são fenômenos complexos que não podem ser entendidos apenas com base nas funções biológicas ou bioquímicas. Ajuda nesse sentido tem vindo de uma área nova e vibrante: a física mesoscópica.

 

A edição de julho deste ano de Nature Physics traz cinco artigos sobre a chamada física dos sistemas vivos.Selecionei um deles, que trata dos princípios físicos que governam a organização coletiva das células em escala mesoscópica, ou seja, entre as escalas microscópicas e macroscópicas.

Ao longo de séculos, os físicos estudaram fenômenos macroscópicos. A partir da década de 1920, com o desenvolvimento da mecânica quântica, o mundo microscópico foi invadido com sucesso. Já a física mesoscópica aborda fenômenos entre esses dois extremos: entre 100 nanômetros (tamanho de um vírus) e 1 mil nanômetros (tamanho de uma bactéria).

Carlos Alberto dos Santos
Instituto Federal de Educação
Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (Natal)

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Leite materno, fígado e sistema imune: relação íntima

Interromper a amamentação pode prejudicar uma função pouco conhecida do fígado de bebês e torná-los mais suscetíveis a doenças medicamentosas ao longo da vida

Mary Anning, a caçadora de fósseis

Paleontóloga inglesa foi pouco considerada por seus pares, apesar de acumular em seu currículo um grande número de achados jurássicos e da importância de suas descobertas para a ciência.