Geotecnologias em tempos de pandemia

A discussão sobre a necessidade de monitoramento em meio à pandemia tem sido uma pauta global, mas gera polêmica quanto à proteção de informações de caráter pessoal.

As chamadas geotecnologias são ferramentas e recursos tecnológicos voltados à coleta, organização e análise de geoinformações. Estas informações de caráter espacial podem estar atreladas a diferentes temas e escalas espaciais e temporais, podendo ser usadas em análise de macro a micro detalhamento. Por conta dessa característica em comum são considerados recursos fundamentais para ações que visem mapeamento e monitoramento.

Mas quando se trata de geoinformação estamos obrigatoriamente nos referindo a necessidade de se ter uma localização no espaço. Essa localização na superfície terrestre pode se dar de diferentes formas, com mais ou menos detalhes. Posicionamentos na forma de coordenadas ou endereços, por exemplo, geram dados de representação pontual, que possibilitam uma compreensão diferenciada dos padrões de ocorrência. Quando a localização é informada de forma agregada, comum em estudos que precisem preservar a fonte de dados, a representação é feita através de totais por alguma unidade territorial, como cidades, estados, países.

Carla Madureira Cruz

Departamento de Geografia
Instituto de Geociências
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje