Lições do Pantera Negra

Filme da Marvel Comics traz modelo de sociedade negra extremamente desenvolvida tecnológica e cientificamente e suscita reflexão sobre representatividade dos negros no cinema e na ciência.

 

Localizado na África Oriental, Wakanda é o país fictício mais tecnológico do mundo e detentor do metal – também fictício – mais precioso dos quadrinhos, o vibranium. O rei de Wakanda, coroado após a morte de seu pai,é T’Challa, que assume o nome de Pantera Negra, protagonista do filme da Marvel Comics. No seu ritual de coroação, T’Challa toma um chá feito com uma erva encontrada somente em Wakanda, e isso lhe dá habilidades especiais, como maior força e velocidade, capacidade de cura mais acelerada, sentidos mais aguçados, entre outras.

Como o vibranium é extremamente valioso e poderoso, e como esse metal só existe – e em alta quantidade – em Wakanda, os wakandanos têm uma enorme preocupação em manter o país escondido do resto do mundo.

Lucas Miranda
Editor do blog Ciência Nerd
Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor),
Universidade Estadual de Campinas

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Biohacking, o que é isso?

Privadas capazes de analisar fezes e urina. Cidades iluminadas por organismos vivos. Obras de arte produzidas por organismos geneticamente modificados. Tudo criação de biohackers!

Pioneira na genética

Primeira mulher a se doutorar em história natural no Brasil, Chana Malogolowkin descobriu uma linhagem de drosófilas que não gerava machos, e usou, pela primeira vez, os órgãos genitais dessas moscas para classificar as espécies irmãs.