Pequenas perguntas, grandes questões

Por que não podemos tomar antibióticos com álcool?

É verdade que não devemos tomar álcool quando se faz um tratamento à base de antibióticos. Masa ingestão de álcool durante tratamento com antibióticos não os torna menos eficientes contra as bactérias. O problema é que, quando alguém mistura os dois compostos, corre o risco de sofrer efeitos colaterais indesejáveis, como enjoo, dor de cabeça, taquicardia etc.

A razão para tal é que ambos, o antibiótico e o álcool, são xenocompostos, isto é, compostos estranhos ao organismo. Normalmente um xenocomposto é metabolizado pelo organismo e oportunamente excretado. Assim, a mistura do antibiótico com o álcool faz com que o fígado, órgão que, em geral, se incumbe da desintoxicação do corpo,tenha que trabalhar mais para livrar o organismo desses dois compostos.

Franklin Rumjanek

Instituto de Bioquímica Médica
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Biohacking, o que é isso?

Privadas capazes de analisar fezes e urina. Cidades iluminadas por organismos vivos. Obras de arte produzidas por organismos geneticamente modificados. Tudo criação de biohackers!

Pioneira na genética

Primeira mulher a se doutorar em história natural no Brasil, Chana Malogolowkin descobriu uma linhagem de drosófilas que não gerava machos, e usou, pela primeira vez, os órgãos genitais dessas moscas para classificar as espécies irmãs.