Pequenas perguntas, grandes questões

Por que não podemos tomar antibióticos com álcool?

É verdade que não devemos tomar álcool quando se faz um tratamento à base de antibióticos. Masa ingestão de álcool durante tratamento com antibióticos não os torna menos eficientes contra as bactérias. O problema é que, quando alguém mistura os dois compostos, corre o risco de sofrer efeitos colaterais indesejáveis, como enjoo, dor de cabeça, taquicardia etc.

A razão para tal é que ambos, o antibiótico e o álcool, são xenocompostos, isto é, compostos estranhos ao organismo. Normalmente um xenocomposto é metabolizado pelo organismo e oportunamente excretado. Assim, a mistura do antibiótico com o álcool faz com que o fígado, órgão que, em geral, se incumbe da desintoxicação do corpo,tenha que trabalhar mais para livrar o organismo desses dois compostos.

Franklin Rumjanek

Instituto de Bioquímica Médica
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Qual a relação entre religião e bondade?

A religiosidade está associada a atos que promovam o bem-estar do outro? Como explicar a ambiguidade entre o discurso religioso de amor e as guerras e perseguições motivadas por crenças religiosas?

Saúde pública X privada

Qual o futuro do SUS? O que fazer para garantir o direito à saúde da população?