Uma história olfativa

Milhares de produtos químicos compõem a lista dos aromatizantes empregados pela indústria de perfumaria, cosmética e produtos de limpeza. Entretanto, é usual vermos no rótulo de muitos deles apenas a palavra ‘fragrância’, a qual envolve formulações com diversos ingredientes, que, muitas vezes, são verdadeiros segredos comerciais.

Fragrâncias são ativos importantes para perfumistas, casas de essências e para o consumidor final, embora em diferentes aspectos. Quando empregadas em sabões líquidos e em pó, nos amaciantes e purificadores de ar, por exemplo, essa diferença invisível pode determinar a escolha do consumidor. As fragrâncias têm um papel fundamental na higiene, remetendo à imagem de um ambiente limpo, assim como de nosso próprio asseio pessoal.

Curiosamente, essa percepção é antiga, e impulsionou o desenvolvimento de várias fragrâncias empregadas até hoje.

Claudia Rezende

Instituto de Química
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje