Uma modesta proposta literária para tempos absurdos

Obra do século 18 escrita pelo irlandês Jonathan Swift torna-se atual e necessária nos dias de hoje ao usar da ironia para fazer crítica social e protestar contra o descaso dos governantes para com a pobreza da população.

 

Nascido em Dublin (Irlanda), Jonathan Swift(1667-1745) foi considerado um dos maiores escritores satíricos do seu tempo, pois se utilizava da ironia para criticar o absolutismo das monarquias e a miséria em que vivia a população irlandesa. Swifttornou-se popular com Viagens de Gulliver, livro de aventuras, tradicionalmente conhecido como livro infantil, mas que, segundo o autor, fora feito para agredir e não para distrair seus leitores. Essa intenção foi radicalizada no livro Modesta proposta e Outros Textos Satíricos, publicado no século 18 e cuja construção narrativa tem como principal objetivo escarnecer a posição do padre Robert Burton, autor de Anatomia da melancolia e para o qual a miséria e a mendicância eram resultados do estado depressivo de alma.

“É melancólico para os que andam por esta grande cidade ou viajam pelo interior ver as ruas, as estradas ou a soleira dos casebres apinhadas de mendigas seguidas por três, quatro ou seis crianças, todas em andrajos e importunando todos os transeuntes pedindo esmola”, escreve Swift na obra Modesta proposta e Outros Textos Satíricos (p. 19).

Georgina Martins

Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras)
Curso de Especialização em Literatura Infantil e Juvenil, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Escritora de livros para crianças e jovens

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

13 de maio também é dia de negro!

Para além da Lei Áurea, vamos refletir sobre a liberdade a partir das trajetórias de abolicionistas negros? Que projetos de liberdade e de nação formularam e como agiam? Como isso pode ser trabalhado nas aulas de História?

Corais ameaçados pelas mudanças climáticas

Você sabe o que é um coral? Já ouviu falar em branqueamento de corais? Será que você pode fazer alguma coisa para ajudar?