Zoologia e inclusão na sala de aula

Com a meta de desenvolver o ensino da diversidade animal para pessoas com deficiência, pesquisadores e educadores produzem livro multimídia para quem enxerga com as mãos e ouve com os olhos.

Melhorar a oferta de educação aos alunos com deficiência no Brasil é, hoje, uma busca constante. Mas essa meta só passou a ser perseguida com mais recursos a partir da Constituição de 1988, que estabelece que a educação é um direito de todos (art. n.º 205) e que o ensino será ministrado com base no princípio da igualdade de condições para acesso e permanência na escola (art. n.º 206). Todas as modalidades e áreas da educação têm o dever e a obrigação de seguir a lei suprema do país. E como os professores de biologia podem cumprir esse objetivo?

A biologia dispõe de inúmeros instrumentos, recursos e ambientes estratégicos para o processo de ensino de alunos com deficiência. Um exemplo são as coleções de zoologia, que podem ser complementares ao aprendizado teórico sobre evolução das formas e das estruturas dos animais. As amostras biológicas da fauna podem ser usadas em aulas práticas. No entanto, características de certos grupos de animais, como dimensões e hábitos de vida, podem representar obstáculos no ensino aos estudantes com deficiência visual ou auditiva.

 

O ‘biodesafio’ da inclusão

Para superar essas barreiras e oferecer uma educação plena a todos os estudantes, pesquisadores e educadores do Instituto Federal do Pará, em parceria com a Universidade Federal do Pará, por meio do programa de pós-graduação em Ensino de Biologia (Profbio), foram provocados a desenvolver métodos de aprendizado da zoologia para as pessoas com deficiência visual ou auditiva.

Desafio aceito, os pesquisadores usaram estratégias da grande área de tecnologia assistiva (TA), que engloba um conjunto de recursos e serviços que tanto podem promover acessibilidade em atividades funcionais quanto podem ser parte do processo educativo e de reabilitação.

 

Livro para ser tocado e ouvido

Mas como divulgar essas tecnologias pedagógicas para um grupo maior de pessoas? Foi elaborado um livro com descrições do padrão básico mais representativo de grupos animais que compõem o acervo de duas coleções didáticas de zoologia no Pará.

Para tornar o ensino de biologia mais inclusivo, livro traz 20 desenhos em alto relevo e textos (traduzidos em Braille e Libras e narrados em audiodescrição) sobre características de animais representativos de duas coleções didáticas de zoologia no Pará
Crédito: Imagem cedida pelos autores

No começo do trabalho, os acervos foram inventariados quanto ao total de filos, classes e ordens, e, em seguida, quanto às características fundamentais que compõem o padrão básico desses agrupamentos. Com essas informações, foram selecionados filos e classes representantes do acervo para a elaboração de textos descritivos, que, posteriormente, foram traduzidos utilizando os seguintes recursos: Braille, Libras, impressão das imagens em relevo e audiodescrição.

No livro, podem ser observadas imagens de animais com linhas e traços em alto relevo e texturas diferenciadas. A finalidade é facilitar a percepção das partes mais características de cada grupo durante a exploração tátil, principalmente, para usuários com mais alto nível de deficiência visual, ou seja, a cegueira total. Ao lado, estão disponibilizados os textos em Braille com as principais informações de cada filo.

O livro traz imagens de animais com linhas e traços em alto relevo e texturas diferenciadas, para facilitar a percepção das partes mais características de cada grupo durante a exploração tátil.

Para as pessoas surdas que dominam a linguagem dos sinais, os textos foram traduzidos em Libras e disponibilizados em vídeos depositados em um canal no YouTube. O acesso aos vídeos ocorre por meio da captura, com o celular, de um QR Code, posicionado ao lado de cada imagem em relevo e que direciona o usuário para o canal.

Por meio de QR Codes, os usuários são direcionados a vídeos que trazem os textos do livro traduzidos em Libras

A audiodescrição das amostras de zoologia, gravada em um CD que acompanha o livro, foi realizada com base em imagens estáticas. Seus roteiros foram previamente escritos e depois narrados, na tentativa de traduzir imagens em palavras, utilizando para isso um tom de voz neutro, discreto e agradável.

 

Modelo para o ensino inclusivo

O livro impresso apresenta 20 desenhos e, portanto, 20 descrições ao longo de 42 páginas. Os filos Molusca, Artrhopoda e Chordata foram os únicos que tiveram mais de três classes destacadas, por terem o maior número de espécimes e espécies depositados nas coleções.

Antes da formatação final, o livro foi testado com alunos deficientes auditivos ou visuais de escolas públicas de ensino médio. Depois, foi aplicado um formulário com questões sobre o nível de entendimento da informação e sobre a praticidade do produto. Os resultados mostraram que o acesso aos vídeos por meio de QR Code foi muito bem aceito pelos alunos. Por outro lado, verificou-se que alguns fatores importantes devem ser considerados ao se fazer a tradução para Libras em áreas específicas da ciência, entre eles: a linguagem relacionada ao assunto abordado, que pode não ser de domínio do tradutor; a eventual necessidade de criação de novos sinais para atender à tradução; o nível de alfabetização do aluno em Libras; e a velocidade da tradução.

A finalidade do livro é servir como modelo metodológico para inclusão no ensino de biologia e ciências. Mas o recurso gerado pode também ser adaptado por outros conteúdos e disciplinas.

Natanael Charles da Silva

Mestrado Profissional em Ensino de Biologia (Profbio),
Universidade Federal do Pará

Fernanda Atanaena Gonçalves de Andrade
João Elias Vidueira Ferreira

Instituto Federal do Pará – Campus Tucuruí

Matéria publicada em 10.03.2020

COMENTÁRIOS

  • Jussara Lemos

    Maravilha!
    Parabéns aos autores pela produção e disponibilização de forma gratuita deste material!
    Excelente exemplo de inclusão.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Liliamy Viana

    Trabalho extremamente importante para o sistema educacional público. Fico radiante de ver profissionais empenhado em elaborar trabalho que realmente tenha um impacto positivo.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Fabiano Reis

    Muito bom ter trabalhos que atende a inclusão de alunos com necessidades especiais de atenção, parabéns pelo lindo trabalho.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

    • Socorro Andrade

      Parabéns aos pesquisadores e educadores pela excelente contribuição à Educação Inclusiva.

      Publicado em 30 de março de 2020 Responder

      • Elinilze Teodoro

        Aguardamos materiais como esses que subsidiarão a ampliação dos atendimentos educacionais específicos e um ensino maus inclusivo. Me alegro com essa publicação e parabenizo os autores.

        Publicado em 30 de março de 2020

  • Marley

    Excelente trabalho. Parabéns para a equipe.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Flávia Cabral

    Muito bom! É um trabalho muito enriquecedor e de grande impacto na área da educação. Parabéns aos autores pelo lindo trabalho realizado.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Lilian C. Freitas

    Excelente trabalho, Parabéns aos autores!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Flavia Barroso

    Excelente trabalho! Super inspirador! Vou implementar com meus alunos as técnicas! Parabéns aos autores!👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Gustavo

    Muito legal, essaa ação metedológica frente a inclusão, certamente faz diferença no processo, tanto de ensino, quanto de aprendizagem!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

    • Cristina Rocha

      Parabéns pelo trabalho de grande valia para o ensino de ciências

      Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Marcelo Melo

    Muito bom o trabalho. Parabéns prof. Fernanda, João Elias e demais pesquisadores.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Dorivaldo Rosa França

    Realmente muito bom, maravilha essa produção. Parabéns!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Fernando Firmino

    Sensacional!
    Parabéns pela dedicação da equipe na elaboração desse material. Certamente será muito proveitoso para garantir que o processo de inclusão de alunos com deficiência possa fluir da melhor maneira no ensino de biologia e ciências.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Socorro Andrade

    Parabéns aos pesquisadores pelo excelente contribuição à Educação Inclusiva. 👏👏👏👏

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Osvaldo Souza

    Ótimo trabalho! Parabéns aos pesquisadores.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Marcus Fernandes

    Excelente contribuição para a inclusão na escola e onde mais seja necessário, pois esse é um daqueles trabalhos que têm grande alcance e aplicabilidade.
    Parabéns!!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Eliane Saravali

    Que trabalho maravilhoso!!!! Uma esperança para pensarmos e agirmos por uma educação verdadeiramente inclusiva, para todos!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • José Claudo Monteiro

    Que legal!
    Excelente iniciativa dessa equipe maravilhosa. Uma grande contribuição para a educação inclusiva e para o ensino da biologia. Parabéns!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Andréa Sarmento Castro

    Nossa! Que trabalho! É disso que nós precisamos!!! Inclusão com excelência! Parabéns aos autores, em especial minha linda amiga Dra. Fernanda Atanaena e Dr. João Elias! Sorte em ter sido aluna de vcs!!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Dnilson Ferraz

    Enriquecedor e inspirador! Por mais iniciativas como essa! Parabéns aos envolvidos!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Tarciana Fortaleza

    Trabalho lindo e inspirador! Torna o ensino da biologia mais inclusivo.
    Parabéns para os pesquisadores envolvidos 👏🏾👏🏾👏🏾

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Marcelo Vallinoto

    Fantástico. Parabéns aos envolvidos.
    Exemplo a ser seguido.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Josinaldo Reis (Tio Bill)

    Que Pai d’égua !!!
    Parabéns pela iniciativa criativa e motivadora!!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Carla Corrêa

    Fantástico!!!!
    Toda a minha admiração e reconhecimento aos pesquisadores e desenvolvedores desse lindo projeto que terá um impacto super positivo e significativo na aprendizagem e vida escolar dos usuários desta ferramenta! Parabéns, vocês são mais que pesquisadores vocês são incentivadores da aprendizagem e espelho a serem seguidos!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Luiz Carlos Santana da Silva

    Maravilhoso. Torna o aprender mais dinâmico

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

    • Aline Cely

      A inclusão agradece ♥️♥️👏👏👏Incluir significar promover e reconhecer o potencial inerente a todo ser humano em sua maior expressão que é a diferença! Atitude Louvável para a área de biologia e inclusão. Trabalho lindo♥️

      Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Evaldo Aguiar

    Muito bom esse olhar da Biologia para a educação especial. O número de pessoas com necessidades especiais que frequentam a escola vem aumentando e muitas vezes os recursos são escassos. Isso deve ser só o ponta pé inicial para focar em outros assuntos de Biologia, servindo de exemplo para outras disciplinas. Parabéns pelo trabalho.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

    • Manoel João Cota Costa

      Parabéns pelo trabalho de muita importância para a inclusão social. Isso mostra que nosso pesquisadores estão cada dia aprimorando metodologia para inclusão de alunos e professores.

      Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Cleidson Gomes

    Fabuloso… Parabenizo os autores pela sensibilidade de abordar um tema de extrema relavancia para a inclusão no estudo da fauna!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Fernanda Sena

    Trabalho maravilhoso, adorei!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Anônimo

    Parabéns aos colegas involvidos, um trabalho maravilhoso e belo, de grande impacto no ensino dos alunos com deficiência, desenvolvido com muito carinho e dedicacão por vcs. Vamos continuar acreditando na educação de qualidade para todos! Excelente iniciativa.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Cristiane

    Parabéns aos colegas involvidos, um trabalho maravilhoso e belo, de grande impacto no ensino dos alunos com deficiência, desenvolvido com muito carinho e dedicacão por vcs. Vamos continuar acreditando na educação de qualidade para todos! Excelente iniciativa.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Cristiane

    Parabéns aos colegas envolvidos, um trabalho maravilhoso e belo, de grande impacto no ensino dos alunos com deficiência, desenvolvido com muito carinho e dedicacão por vcs. Vamos continuar acreditando na educação de qualidade para todos! Excelente iniciativa.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Rosineide Lourinho

    Parabéns pelo excelente material para inclusão focado na nossa região. E tambem pela possibilidade de aplicá-lo em outras disciplinas.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Claudia Soares

    Parabéns a toda a equipe envolvida nesse projeto!! É um trabalho de muita sensibilidade e valia para com os alunos especiais!!! Que sirva de exemplo e despertar para o desenvolvimento de mais e mais projetos similares!!! Excelente e muito inspirador!!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Kátia Matos

    Parabéns aos elaboradores pelo excelente projeto.,Hoje há uma grande preocupação na sala de aula em trabalhar com pessoas com deficiência, até porque o número de profissionais preparados para lidar com essa situação ainda é pequeno. Que venham outros !!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Ailze Arnaud

    Que trabalho lindo e encantador!!! Excelente contribuição a Educação inclusiva, com certeza fará a diferença no ensino e aprendizagem, parabéns a todos os autores, em especial a Prof. Fernanda Atanaena, pessoa incrível e excelente profissional.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Neiva Ormanes

    Muito interessante! Parabéns aos professores que idealizaram tal projeto! Um passo à frente para a inclusão!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Neiva Ormanes

    Muito interessante! Parabéns aos professores que idealizaram tal projeto! Um passo à frente para a inclusão!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Ana Beatriz Bulhões

    Que linda iniciativa!
    Parabéns aos envolvidos.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Juçara Cordeiro

    Exemplo maravilhoso de inclusão! Precisamos investir e encorajar mais projetos como esse.
    A educação brasileira agradece!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Lanna

    Que trabalho incrível!!!
    Muito útil para nós, professores de educação básica e que temos tantos desafios para encarar na sala de aula.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

    • Adauto Montenegro

      Nossa, esse tipo de trabalho é muito necessário no âmbito da Educação Inlcusiva. O professor Natanael (IFPA), autor principal deste trabalho desenvolvido no âmbito de sua dissertação, realizou um trabalho sensível e com rigor científico necessário.

      Gostaria de convidar o autor, Prof. Natanael, para palestrar sobre o tema no IFCE, onde atuo atualmente na área de Assistência Estudantil.

      Parabéns ao autor e à orientadora!

      Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Rebeca Silva Lima

    Excelente trabalho e de grande contribuição para o ensino de biologia!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Jeovane Oliveira Copeiro

    Parabéns pelo excelente trabalho, por iniciativas como essa!!
    que colaboram na inclusão. 👏😀

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Maíra Padilha

    Quando a sabedoria, o discernimento, a ação e o amor se unem num propósito, o resultado não é menor que a excelência. Parabéns aos pesquisadores e ao discente que aceitou o desafio de multiplicar (amor)inclusão.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Silvio Moraes

    Excelente trabalho dos autores e demais envolvidos. Trabalhar com inclusão social sempre é um grande desafio! Parabéns !

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Gabriela Cardoso

    Parabéns, Natanael Charles, pela ideia e desenvolvimento de um trabalho espetacular, trabalho este que merece todo o reconhecimento não só da UFPA, mas nacionalmente entre todos os profissionais da Biologia. Sua orientadora deve está orgulhosa pelo seu empenho, esforço, inteligência e dedicação que agora servirão através da sua pesquisa para ajudar outros profissionais que possuem alunos especiais.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Adarene Motta

    Parabéns aos pesquisadores! Trabalho muito bem elaborado. Grande contribuição para o ensino brasileiro. Gostei muito da riqueza de detalhes! Abraços

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Joel Correa de Souza

    Belíssimo trabalho, principalmente em se tratando de inclusão, todos de parabéns. Grande abraço!!!!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Adriana Ruckert

    Parabéns a todos os envolvidos neste maravilhoso trabalho! Que este material
    Possa servir de inspiração para que seja alavancada a didática para alunos com necessidades especiais! Adorei!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Anderson

    Parabéns aos envolvidos,

    Será de grande utilidade para uma melhorar inclusão dos nossos alunos

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Jânio Di Paula

    Trabalho MARAVILHOSO.
    Sempre muito gratificante ver o empenho de pesquisadores voltados à inclusão.
    Nos dá sempre a esperança de um futuro melhor, onde de fato se faz valer o direito a todos de usufruir da educação.
    PARABÉNS.

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Nancinaira Bugarim

    Trabalho inspirador, o ensino deve englobar a todos os estudantes. Parabéns aos idealizadores!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Sayron Mathias

    Trabalho muito bom, parabéns pelo trabalho excelente de inclusão assim todos participar
    É muito inspirador

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Lauro Sérgio Rodrigues da Silva

    Muito bom. Maravilha. Parabéns pelo trabalho!

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Taynara

    Excelente trabalho. Estão fazendo a diferença na sociedade, meus parabéns .👏🏻👏🏻

    Publicado em 30 de março de 2020 Responder

  • Shirley Silva

    Instrumento maravilhoso para inclusão.
    Parabéns aos autores.
    Que essa idéia se propague e tenhamos cada vez mais publicações que levem conhecimento a todos.

    Publicado em 31 de março de 2020 Responder

  • Susi Missel Pacheco, Instituto Sauver, Coordenadora PCMBrasil, Presidente Sociedade de Ecologia do Brasil

    Parabéns aos autores. Criatividade, profissionalismo, inovação em Educação. Gostaria de ter um exemplar para poder trabalhar no RS com alunos que apresentam necessidades especiais. Abraços, sorte e que outros trabalhos venham desta equipe.

    Publicado em 31 de março de 2020 Responder

  • Anônimo

    Parabéns a todos os envolvidos neste maravilhoso trabalho!! Que Deus abençoe sempre voces 🙌🙌🙌🙌

    Publicado em 31 de março de 2020 Responder

  • Conceição Bugarim

    Parabéns a Dra. Fernanda Andrade e o Dr. João Elias , pela excelente produção! O Brasil precisa de pesquisadores como vocês, para desenvolver tecnologias efetivas para termos uma Educação mais Inclusiva. Aos alunos envolvidos parabenizo pelo compromisso aceito .👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼👏🏼

    Publicado em 1 de abril de 2020 Responder

  • Maria Concebida Cardoso de Oliveira

    Parabéns aos pesquisadores por fazerem a diferença na educação inclusiva

    Publicado em 2 de abril de 2020 Responder

  • Sheila Cristina

    Parabéns Dra Fernanda e equipe pela maravilhosa iniciativa. Que essa implementação da educação seja mais que reconhecida por parte das pessoas que mais podem ajudar. Sucesso

    Publicado em 3 de abril de 2020 Responder

Envie um comentário