Entrevista

A universidade precisa mostrar o que faz

Professora e pesquisadora da Unicamp, Sabine Righetti fala da importância de cientistas e instituições comunicarem mais e melhor seu trabalho à sociedade para enfrentar os ataques recentes, que vão muito além da redução de verbas.

A escravidão que nunca acabou

Conselheiro do Fundo das Nações Unidas para Formas Contemporâneas de Escravidão, Leonardo Sakamoto dá um panorama dos obstáculos e avanços no combate ao problema que persiste no Brasil e no mundo.

Em busca de novas armas contra o Aedes aegypt

Coordenador de Vigilância em Saúde e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz, o infectologista Rivaldo Venâncio da Cunha fala da necessidade de renovar as formas de enfrentar o mosquito e destaca abordagens promissoras para combater dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Ciência para sair da crise econômica

Novo presidente da Faperj, Jerson Lima Silva, pesquisador e professor titular da UFRJ, trabalha para reequilibrar as contas da agência, pagar dívidas passadas e investir em áreas e parcerias estratégicas para contribuir com a recuperação do Estado do Rio.

O exercício, a irisina e o Alzheimer

Uma das autoras de pesquisa pioneira que revela os efeitos da molécula irisina no cérebro de pacientes com Alzheimer, Fernanda de Felice explica como exercícios físicos recuperaram a memória de camundongos em experimentos e o que falta para verificar a eficácia da descoberta em humanos.

A ciência de ensinar ciências

O neurocientista Roberto Lent afirma que a chave para o desenvolvimento da educação científica está na valorização do professor, na modernização dos métodos pedagógicos e na aproximação com a realidade dos alunos hiperconectados do século 21.

A matemática da natureza

As palestras e vídeos que o matemático Tadashi Tokieda compartilhada nas redes têm milhões de visualizações. Apesar disso, nega ser um divulgador científico. Nesta entrevista à CH, ele fala do seu processo de extrair a ciência do que está à sua volta.

Extrema direita, volver: um olhar sobre o Brasil

O cientista político Renato Lessa analisa os fatores que levaram o país ao resultado das eleições de 2018 e reflete sobre o cenário a se esperar nos próximos quatro anos: ‘Nada auspicioso’.