Infinitas Possibilidades

Ensino dos biomas brasileiros na era digital

Experiência em escola da região Norte usa e-book para complementar conteúdo dos livros didáticos tradicionais e aumenta interesse e participação dos estudantes nas aulas.

A matemática e o ensino do sistema monetário na educação de cegos e surdos

Compreender as dificuldades enfrentadas no dia a dia por alunos com necessidades especiais pode ser o primeiro passo para planejar aulas inclusivas, mas a caminhada ainda é longa.

Diante da cegueira botânica

Pesquisa constata o “apagamento” das plantas no ensino de biologia e propõe sequências didáticas alternativas, com materiais de fácil acesso, para despertar o interesse de estudantes e professores.

Ciência (também) se aprende brincando

Jogos digitais e analógicos, criados por universidades e instituições de pesquisa, são ferramentas promissoras para despertar o interesse pelo conhecimento científico, de forma lúdica.

Como a observação de aves pode beneficiar o ensino de biologia

Ir além da teoria das salas de aula pode ajudar estudantes a se interessarem mais pela disciplina e a contribuírem para a conservação de aves em nível mundial.

Química acessível para cegos

Pesquisa avalia compreensão de conceitos de química apresentados em áudio e usa mídias sociais para buscar alternativas de transmissão do conhecimento científico para pessoas com deficiência visual.

História renovada da ditadura civil-militar no Brasil

Como levar abordagens atualizadas do regime autoritário que governou o país às aulas do ensino básico? A vasta produção de novos conteúdos pode ser a resposta.

Física é, sim, coisa de menina

Projeto da Universidade Federal do Rio de Janeiro explora experiências pedagógicas para aumentar o interesse das alunas de escolas públicas pelas ciências exatas.