Roberto Lent

Publicada entre abril de 2006 e dezembro de 2010, a coluna ‘Bilhões de neurônios’ abordou temas relacionados à neurociência nas palavras de Roberto Lent, neurocientista e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O acervo, abaixo, está disponível para consulta.

Roberto Lent

Publicada entre abril de 2006 e dezembro de 2010, a coluna ‘Bilhões de neurônios’ abordou temas relacionados à neurociência nas palavras de Roberto Lent, neurocientista e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O acervo, abaixo, está disponível para consulta.

Nosso grande paradoxo

Roberto Lent, com a CH por quase cinco anos, despede-se da coluna relatando pesquisa que investiga o cérebro de alfabetizados e analfabetos. No fim, um desabafo-recado à sociedade brasileira.

Maior cérebro, maior inteligência?

Roberto Lent discute em sua coluna estudo norte-americano que mostra que o tamanho de diversas regiões e estruturas cerebrais está associado ao QI de um indivíduo, medido com base nos diferentes aspectos da cognição.

Videojogos, neurojogos

Psicólogos americanos concluíram que os videogames de ação podem trazer benefícios cognitivos para os usuários e estimular a aprendizagem. Roberto Lent discute os resultados surpreendentes desse estudo e defende o uso desses jogos na educação.

Pensar sobre pensar

Quando analisamos uma decisão que tomamos ou um pensamento que temos, realizamos um ato de metacognição. Roberto Lent aborda um estudo sobre essa característica humana de introspecção, e os mecanismos cerebrais que a geram.

Os circuitos integrados do computador cerebral

O cérebro processa o imenso volume de informação que recebe a cada instante graças a estruturas chamadas colunas corticais. Em sua coluna de agosto, Roberto Lent explica como elas funcionam e apresenta contribuição de cientistas brasileiros para seu entendimento.

Inteligência cultural

O que torna o homem um ser social? Roberto Lent comenta um estudo que comparou crianças e símios para descobrir, afinal, com que grau de cognição social nascem os homens. Os resultados indicam que nascemos propensos à cooperação social – como a sociedade nos moldará depois já é outra história.

O mistério dos cromossomos cerebrais

Estudos recentes mostraram que o cérebro humano normal tem muitas células com um número anormal de cromossomos. Roberto Lent discute esse resultado e mostra como ele pode ajudar a explicar o processo de envelhecimento.

O cérebro do meu professor de acordeão

Os neurocientistas têm se interessado pelo ouvido absoluto – a capacidade que alguns possuem de identificar tons isolados sem relacioná-los com o resto da melodia. Roberto Lent discute estudos recentes e explica o que o cérebro desses indivíduos tem de diferente.