Carlos Alberto dos Santos

De abril de 2007 a fevereiro de 2016, a coluna ‘Do laboratório para a fábrica’ apresentou e discutiu casos de inovação tecnológica em textos de Carlos Alberto dos Santos, físico e professor aposentado do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O acervo está disponível para consulta, abaixo.

Carlos Alberto dos Santos

De abril de 2007 a fevereiro de 2016, a coluna ‘Do laboratório para a fábrica’ apresentou e discutiu casos de inovação tecnológica em textos de Carlos Alberto dos Santos, físico e professor aposentado do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O acervo está disponível para consulta, abaixo.

Retrospectiva e um abraço de despedida

Após nove anos, o físico Carlos Alberto dos Santos se despede da coluna ‘Do laboratório para a fábrica’ com uma retomada dos temais mais importantes abordados em seus textos.

Termodinâmica e vida

Em sua primeira coluna de 2016, Carlos Alberto dos Santos explica por que a termodinâmica clássica não dá conta de explicar a entropia nos organismos vivos e apresenta a termodinâmica de não-equilíbrio, que surgiu para revolucionar o estudo dos sistemas biológicos.

Optogenética, do ceticismo ao sucesso

Expressão de gene sensível à luz em regiões específicas do sistema nervoso abre caminhos para estudos mais detalhados sobre as partes do cérebro. O colunista Carlos Alberto dos Santos discute a origem dessa área de pesquisa e suas possibilidades futuras.

Biologia sistêmica: ciência do século 21

A percepção de que a física tem muito a contribuir para o estudo de sistemas biológicos não é nova, mas vem ganhando força nos últimos anos. Para o colunista Carlos Alberto dos Santos, essa revolução na pesquisa precisa se refletir, também, no ensino de biologia.

Um físico iluminado

Em outubro, Carlos Alberto dos Santos fala sobre as circunstâncias e experiências que levaram Albert Einstein a revolucionar os estudos da luz.

Será a vez do hidrogênio?

O colunista Carlos Alberto dos Santos discute a matriz energética brasileira e os caminhos para a geração de energia elétrica no século 21. Uma das possibilidades é a expansão do uso do hidrogênio como combustível ou vetor energético.

O físico e o fóton

Em agosto, o colunista Carlos Alberto dos Santos relembra o trabalho sobre o efeito fotoelétrico publicado por Albert Einstein há 110 anos e descreve o contexto científico em que o estudo foi concebido.

Física e a doença de Alzheimer

Disciplina ajuda a responder dúvidas sobre a dinâmica de estruturas moleculares envolvidas nos mecanismos da doença