02 agosto 2013

De células-tronco a alucinógenos

A coluna ‘Bioconexões’ segue em seu novo formato de vídeo. No segundo episódio da série, Stevens Rehen fala sobre seu trabalho com células-tronco reprogramáveis e sobre o curioso campo de estudo das substâncias psicodélicas.

Nesta segunda edição da coluna ‘Bioconexões’ em formato de vídeo, o biólogo Stevens Rehen apresenta alguns dos estudos feitos no Laboratório Nacional de Células-Tronco Embrionárias (LaNCE), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e fala sobre a realização de pesquisas com substâncias psicodélicas.

Rehen explica como é possível utilizar células-tronco reprogramáveis (iPS) para criar neurônios humanos e estudar doenças mentais de forma não invasiva. Ainda na temática da saúde metal, o biólogo aborda a possibilidade de usar o princípio ativo de drogas alucinógenas, como a ayahuasca e o LSD, para tratar transtornos psiquiátricos.

Aguarde as próximas videocolunas e fique à vontade para enviar comentários!  

Tags:
COMPARTILHAR