19 dezembro 2014

Novos horizontes

Instituto Ciência Hoje será parceiro de divulgação científica em projeto de pesquisa internacional de combate ao câncer e a infecções bacterianas financiado por programa de fomento da União Europeia.

Parceria internacional financiada pelo maior programa de fomento à pesquisa da Europa vai contar com a experiência do ICH em divulgar ciência para o grande público. (foto: Stephen Eastop/ Freeimages)

O projeto de pesquisa internacional INPACT (Innovative peptides against cancer and pathogenic bacteria), uma parceria entre instituições de Portugal, Espanha, Austrália, Brasil e Estados Unidos – entre elas, a Universidade de Lisboa, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e o Instituto Ciência Hoje – foi escolhido para receber financiamento do Horizon 2020, programa da União Europeia que visa fomentar a ciência.

Horizon 2020 é o maior programa de financiamento de pesquisa da Europa, com 80 bilhões de euros direcionados para projetos científicos entre 2014 e 2020. O fundo prioriza trabalhos que, além da pesquisa, apresentem interação com a indústria e a sociedade. O projeto INPACT, do qual o ICH é membro, foi escolhido por se encaixar nessa lógica e deve receber 1,3 milhão de euros para sua conclusão.

Caberá ao ICH a divulgação dos resultados do projeto e a interação com a sociedade, além de dar treinamento e consultoria na área de comunicação científica para os integrantes das equipes parceiras

O consórcio reúne 10 instituições com o objetivo de desenvolver drogas inovadoras no combate a bactérias patogênicas e a tipos específicos de câncer, como o de próstata.

Caberá ao ICH a divulgação dos resultados do projeto e a interação com a sociedade, além de dar treinamento e consultoria na área de comunicação científica para os integrantes das equipes parceiras.

Ao receber a notícia da aprovação do projeto, o seu coordenador, o professor Miguel Castanho, da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, destacou a importância da participação do ICH na empreitada.

“A experiência do ICH em comunicação de ciência para grandes públicos, em especial jovens e crianças, é de extremo valor e rara internacionalmente, tal como os avaliadores do projeto reconheceram”, disse em comunicado oficial. “Poucos países têm uma revista de divulgação científica publicada ininterruptamente durante dezenas de anos. A internacionalização do modelo brasileiro será de enorme valor para os parceiros do projeto.”

A parceria terá início já em 2015 e os primeiros resultados são esperados para 2019.

Equipe CH On-line

Tags:
COMPARTILHAR