Muito mais que uma biografia

A partir de fatos da vida da cientista norte-americana Jennifer Doudna, uma das criadoras da técnica que permite modificar genes, livro trata da construção do conhecimento científico, do futuro da biotecnologia e de questões éticas desse campo de estudo

Quando recebi o convite para escrever esta resenha sobre o livro A decodificadora (Editora Intrínseca), de Walter Isaacson, não pensei duas vezes. Não somente pelo fato de o autor ser um jornalista importante e famoso por suas biografias sobre o físico alemão Albert Einstein (Companhia das Letras, 2007), o empresário norte-americano e fundador da Apple Steve Jobs (Companhia das Letras, 2011), o cientista, inventor e artista italiano Leonardo da Vinci (Editora Intrínseca, 2017), dentre outras, mas porque sabia que as histórias contadas nesse livro – sobre a bioquímica e bióloga molecular norte-americana Jennifer Doudna, o processo de edição de genes e o futuro da espécie humana – iriam cruzar, de certa forma, com uma parte da minha vida.

A decodifi cadora
Walter Isaacson. Tradução: Rogerio W.
Galindo e Rosiane Correia de Freitas

Editora Intrínseca, 2021, 576p.

Agnes Figueiredo

Instituto de Microbiologia Paulo de Góes,
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat