Seção

Um guia para usar sambas-enredo nas aulas de história

Dissertação premiada ensina como usar composições das escolas de samba para estimular a produção de conhecimento e o pensamento crítico entre alunos do ensino básico

Uma ligação covalente com a ciência

Realizada no ensino e na pesquisa de novas moléculas para os mais diferentes fins, professora do departamento de química da UFMG considera que o conhecimento traz a sensação de poder infinito

Anfíbios, chorinho e meio ambiente

A descoberta de uma nova espécie de perereca deixou felizes pesquisadores entristecidos pela devastação da mata onde o anfíbio foi encontrado. Na hora de batizá-lo, eles se lembraram da música de um compositor brasileiro capaz de transformar choro em alegria.

Maria Sybilla e as borboletas

Nascida no século 17, a naturalista e ilustradora científica alemã rompeu os estereótipos das mulheres de seu tempo ao observar, pintar e estudar insetos e plantas, contribuindo de forma original com suas aquarelas para o campo da entomologia e da ecologia.

CRIME E COVID-19 NO RIO DE JANEIRO
O poder paralelo e sua influência na evolução da doença

Modelo desenvolvido por físicos teóricos brasileiros reflete com precisão os cenários de infecção pelo vírus da covid-19 em áreas da cidade do Rio de Janeiro que vivenciam mobilidades distintas de suas populações: aquelas com plena atuação do Estado e as que estão sob o domínio ou do tráfico, ou da milícia. O modelo é também capaz de fazer previsões sobre o endurecimento ou afrouxamento do isolamento social.

Nossa história conta

Há seis anos a Rede de Historiadoras Negras e Historiadores Negros protagoniza ações coletivas de divulgação de pesquisas e práticas de ensino antirracista de História

Ilhas perdidas de Petrópolis

Estudo de mapa do município do século 19 mostra a modificação do formato dos rios e aponta que essa transformação, associada a variáveis físicas e intervenção humana, é responsável por eventos de inundação

Brasil em crise hídrica e científica

Membro do IPCC e recém-eleito vice-presidente da SBPC, o físico Paulo Artaxo alerta para os vários fatores que levam a mais uma crise hídrica no país: mudanças climáticas, desmatamento da Amazônia e falta de planejamento energético, fatores que podem ser combatidos com investimentos em ciência.

Open chat