EM TEMPO Ciência Hoje Colunas

Keila Grinberg

De outubro de 2008 a dezembro de 2014, a coluna ‘Em tempo’, da historiadora e professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) Keila Grinberg, abordou temas ligados à história, sem perder de vista a perspectiva do tempo presente. O acervo, abaixo, está disponível para consulta.

EM TEMPO Ciência Hoje Colunas
Keila Grinberg

De outubro de 2008 a dezembro de 2014, a coluna ‘Em tempo’, da historiadora e professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) Keila Grinberg, abordou temas ligados à história, sem perder de vista a perspectiva do tempo presente. O acervo, abaixo, está disponível para consulta.

Sobre literatura infantil e a questão racial

Keila Grinberg comenta episódios de reprovação do uso de livros para crianças em escolas brasileiras e norte-americanas por terem suposto conteúdo racista e discute o tratamento dado ao racismo na sociedade atual.

A origem da concentração de terra

Para entender os conflitos fundiários que opõem grandes proprietários e trabalhadores rurais no Brasil, é preciso voltar à política portuguesa de concessão de terras no período colonial. Keila Grinberg discute a questão a partir de um livro dedicado ao tema.

Leitores de ontem, hoje e amanhã

Aproveitando o lançamento no Brasil de obras de dois dos principais historiadores do livro – Peter Burke e Robert Darnton –, Keila Grinberg discute as dificuldades de se mapear os hábitos de leitura do passado e especula como eles serão no futuro.

A dor da gente que não sai no jornal

Projeto de lei sugere medida para eliminar processos arquivados há mais de cinco anos sem valor histórico. A colunista Keila Grinberg reforça a campanha contra, e pergunta: como saber quais textos têm ou não esse valor?

Mulheres que jogam bola

Em clima de Copa, Keila Grinberg destaca a crescente produção intelectual sobre o futebol e a riqueza de enfoques sobre o tema. Mas pergunta: onde estão as mulheres, que, a julgar pela ausência nos estudos, parecem até não torcer, vibrar ou jogar bola?

A tal da outra história

De tanto ver livros, filmes ou matérias que alardeiam revelar uma parte da história ‘que você nunca aprendeu na escola’, nossa colunista fala sobre como o ensino da disciplina mudou – e lembra aos adultos que muito da história que aprenderam ficou no passado.

E se Alice resolvesse ficar?

Nossa colunista assistiu a ‘Alice no País das Maravilhas’ e saiu gostando mais da obra de Lewis Carroll e menos da de Tim Burton. Enquanto o livro é universal e atemporal, o cineasta fez uma Alice datada, menos irreverente e mais presa a seu destino.

Novos cristãos, velhos conflitos

Diante de declarações infelizes do Vaticano, que comparou críticas que a Igreja vem sofrendo por casos de pedofilia ao antissemitistmo, a colunista Keila Grinberg lembra o histórico conflituoso das relações entre católicos e judeus.

Abrir Chat