PALAVREADO Ciência Hoje Colunas

Sírio Possenti

Desde outubro de 2011, a coluna ‘Palavreado’ traz textos do linguista Sírio Possenti, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Com temáticas variadas, os escritos são baseados em fatos, observações e opiniões que circulam sobre a língua na academia, na mídia e na rua.

PALAVREADO Ciência Hoje Colunas
Sírio Possenti

Desde outubro de 2011, a coluna ‘Palavreado’ traz textos do linguista Sírio Possenti, professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Com temáticas variadas, os escritos são baseados em fatos, observações e opiniões que circulam sobre a língua na academia, na mídia e na rua.

Línguas e dialetos

Em sua última coluna de 2012, Sírio Possenti retoma algumas das temáticas abordadas ao longo do ano. O linguista rejeita a classificação da língua em certa/errada e insiste no reconhecimento de todo o seu conjunto de variedades.

Análises

Em sua coluna de novembro, Sírio Possenti mostra – com exemplos claros – que analisar uma língua não é tarefa simples, não basta dominar as regras. É preciso coerência na aplicação de conceitos e capacidade de compreender fatos novos.

Obsessão ortográfica

Em sua coluna de outubro, Sírio Possenti discorre sobre a excessiva importância que se dá a erros de grafia. O linguista mostra que tais ‘erros’ são sintomas não de uma deficiência neurológica, e sim de uma relação nada óbvia entre sons e letras e que eles raramente impedem a compreensão.

Etimologias?

Em sua coluna de setembro, Sírio Possenti conta a história de algumas palavras para desconstruir o mito da língua perfeita e mostrar que um estudo sério de etimologia deve ser feito com base em todos os fenômenos que cercam e que afetam as línguas.

O lugar dos advérbios

Em sua coluna de agosto, Sírio Possenti trata dos advérbios. Fugindo das descrições simplistas registradas nas gramáticas tradicionais, o linguista busca explicações para aparentes exceções às regras sobre o posicionamento desses elementos sintáticos.

Deriva?

Em 1921, o antropólogo e linguista alemão Edward Sapir propôs a tese de que há mudanças previsíveis na língua. Em sua coluna de julho, Sírio Possenti discute a questão e arrisca algumas previsões de mudanças no português do Brasil.

Questão de gênero

Na década de 1970, o linguista canadense John Martin, que trabalhou no Brasil, pôs em questão a dicotomia entre masculino e feminino no português. Em sua coluna de junho, Sírio Possenti apresenta essa ideia ousada e instigante.

Evolução? Mudança!

A partir da falsa dicotomia língua primitiva X língua sofisticada, o linguista Sírio Possenti reflete sobre as adaptações da língua em diferentes sociedades, que adotam critérios próprios, de acordo com seu gosto e suas necessidades.

Abrir Chat