Acervo valioso sobre einstein disponível na web

Boa notícia para os estudiosos e interessados pelo físico alemão Albert Einstein (1879-1955): acaba de ser disponibilizado na internet um acervo valioso de documentos que retraçam a trajetória desse personagem crucial para a história da ciência. O site Einstein Archives Online , no ar desde 19 de maio, permite o acesso gratuito a diversos documentos que compõem os Arquivos de Albert Einstein mantidos pela Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel).

Página de abertura do site que disponibiliza os arquivos de Albert Einstein

O material disponível para consulta consiste em cerca de 3000 documentos manuscritos de Einstein digitalizados, rigorosamente classificados e apresentados em imagens de alta e baixa resolução. Trata-se do texto original de artigos — publicados e inéditos –, rascunhos e cadernos com anotações científicas do alemão. O acervo é precioso, pois permite acompanhar a gênese de algumas das teorias que mudaram o rumo da física, como a relatividade especial e geral.

O material disponível para consulta não abrange apenas a produção científica de Einstein. Vários documentos refletem sua intensa atividade política, que incluiu o engajamento na luta pela paz ou pela causa judaica. Entre os documentos não científicos à disposição do internauta, estão diários de viagem e manuscritos diversos. É possível consultar, por exemplo, anotações que Einstein fez durante sua visita ao Brasil, em maio de 1925.

Além dos documentos disponíveis, o site Einstein Archives Online oferece a possibilidade de consultar o cadastro de outros 43.000 itens dos Arquivos do alemão — embora não permita acessá-los diretamente. Uma busca pelo termo Brazil , por exemplo, revelou 66 entradas — a maioria referente a cartas trocadas por Einstein com interlocutores diversos, como o físico David Bohm ou diversas autoridades brasileiras.

O site traz ainda um guia que apresenta o conteúdo dos Arquivos de Albert Einstein, que estão desde 1982 sob a guarda da Universidade Hebraica de Jerusalém, conforme desejo manifestado pelo físico em seu testamento. A maioria desse acervo foi reunida em vida pelo próprio Einstein. Os documentos foram organizados e classificados após sua morte e acrescidos de material suplementar reunido desde então.

O acervo dos Arquivos é composto por cerca de 55.000 itens. Além do material disponível no site, a coleção conta com ampla correspondência mantida por Einstein com cientistas (como os físicos Niels Bohr, Werner Heisenberg e Erwin Schrödinger ou o neurologista Sigmund Freud), escritores (como Thomas Mann) e políticos (como Franklin Roosevelt), entre outros. Documentos pessoais e familiares, imagens (fotos, desenhos, pinturas), arquivos de som e vídeo e itens diversos como calendários ou camisetas sobre o alemão integram ainda os Arquivos.

Em tempo: o endereço do Einstein Archives Online é www.alberteinstein.info .

Bernardo Esteves
Ciência Hoje on-line
23/05/03