De marco polo a che guevara

O último volume da coleção Memória Hoje acaba de sair. Agora é, finalmente, a vez de as ciências duras cederem o lugar: sob o pré-título “fatos que mudaram nossa forma de ver o ser humano”, o novo livro fala das ciências humanas. Assim como seus antecessores, traz artigos que foram escritos – em sua maioria – para a seção Memória, da revista Ciência Hoje.

O volume 1 tratou das ciências biológicas e ambientais; o volume 2, das ciências exatas. As três obras foram organizadas pela editora da CH, Alicia Ivanissevich, e pelo filósofo e historiador da ciência Antonio Augusto Passos Videira, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Jornalistas e pesquisadores apresentam algumas das maiores realizações das ciências humanas

Jornalistas e especialistas em ciências humanas apresentam algumas das maiores realizações dessa área.

Os textos são organizados em ordem cronológica: o livro começa nas viagens de Marco Polo e chega até uma análise dos conflitos construídos no século 20 que ameaçam a vida em comum na Terra.

A obra tem em sua escalação nomes como o do historiador José Murilo de Carvalho, do economista João Antonio de Paula e do historiador da ciência Ildeu de Castro Moreira, entre outros.

Pode-se destacar, por exemplo, o ótimo perfil que o educador Carlos Alberto JamIl Cury [PDF] fez sobre o também educador Anísio Spínola Teixeira (1900 – 1971). Em uma passagem do texto “Incansável defensor da escola pública”, Cury diz:

Anísio Teixeira influenciou vários aspectos da educação no Brasil, participou de inúmeros projetos de lei e de governo, levou o nome do Brasil a eventos internacionais sobre o tema, sempre na defesa de uma escola pública e democrática. Pronunciou conferências em diversos países europeus, americanos e asiáticos, elaborou programas de intercâmbio universitário, reformou o programa educacional da Organização dos Estados Americanos.

Memória humana

O texto acima diz respeito a acontecimentos importantes da primeira metade do século 20. Mas é curioso voltar às primeiras páginas da obra e ler artigos que discutem, por exemplo, o fim da Idade Média.

“O ocidente e oriente: comércio, diplomacia e guerra”, da historiadora Andréa Doré, narra os esforços diplomáticos dos governantes europeus para se entenderem com os mongóis. O destaque maior, claro, vai para a atuação do lendário mercador Marco Polo.

Esses são apenas alguns destaques entre os 39 artigos do livro que, dois anos depois do primeiro volume, fecha o projeto Memória Hoje.

 

Memória Hoje – Volume 3. Ciências humanas: fatos que mudaram nossa forma de ver o ser humano
Alicia Ivanissevich e  Antonio Augusto Passos Videira (Org.)
Rio de Janeiro, 2010, Instituto Ciência Hoje
280 páginas – R$ 25,00
Para comprar, ligue para (21) 0800-727-8999       

 

Thiago Camelo
(Ciência Hoje On-line)