Selo de qualidade

“Ciência de verdade explicada de verdade por quementende de ciência para quem gosta de ciência”. Assim se apresenta o ScienceVlogsBrasil, rede de divulgadores científicos queproduzem vídeos para o YouTube. Lançado no início deste mês, o projeto contacom um selo de qualidade para assegurar a precisão científica das informaçõesdisponibilizadas por todos os integrantes da rede. Até o momento, 22 canais deconteúdo na plataforma de vídeos fazem parte da iniciativa.

A empreitada é bem-vinda em tempos de informaçõesdesencontradas sobre temas como zika, microcefalia e fosfoetanolamina. Dianteda popularidade do YouTube para a busca de conteúdos relacionados à ciência e daquantidade ainda incipiente de divulgadores científicos que atuam naplataforma, a rede busca se afirmar como um símbolo de confiabilidade nainternet. “Selecionamos os melhores videologues de ciência, que são feitospor pessoas sérias e que não se caracterizam como videoaulas. Infelizmente,ainda temos poucas opções de conteúdo de qualidade em português”, aponta obiólogo Rafael Bento, coordenador da iniciativa e autor do blog RNA Mensageiro.

ScienceVlogs Brasil é fruto de outra parceria de sucessoentre divulgadores científicos brasileiros, o ScienceBlogs Brasil. Segundo Bento,assim como ocorre com os blogueiros filiados à rede, o objetivo é fazer com quea parceria entre diversos canais no YouTube garanta visibilidade tanto aosprodutores de conteúdo mais conhecidos quanto àqueles que ainda estãocomeçando. “Durante a nossa seleção, descobrimos pequenos canais que jáatuam com grade profissionalismo, como o Peixe Babel, que fala sobre robótica mecatrônica eé feito por uma mulher, o que ainda é difícil de ver no Brasil”, explica obiólogo, acrescentando que também existe uma expectativa de retorno comercial.”A nossa ideia é oferecer canais interessantes para possíveis anunciantese, quando entrar algum dinheiro, investir na própria rede, com a contratação deum editor de vídeos profissional ou um designer para fazer banners dos nossoscanais”, exemplifica.

Curadoria expandida

Em um futuro próximo, o objetivo é expandir a rede, queatualmente conta com afiliados como o Canal do Pirula e o videologue Colecionadores de Ossos.Para isso, Bento e os outros participantesda iniciativa pretendem continuar a busca por criadores de conteúdocomprometidos com a metodologia científica para abordar temas diversos.”Sem querer entrar no mérito do que é bom ou ruim, o que todos nós temosem comum é que somos chatos, super nerdsmesmo”, brinca. “A ciência ainda não sabe responder muita coisa, éimportante que os vlogueiros mostrem o que está em aberto, o que pode serinterpretado de mais de uma maneira. Nosso objetivo é mostrar que você pode aténão concordar com o que está sendo dito, mas a ciência retratada ali estácorreta”, garante.

Confira abaixo o vídeo de lançamento do ScienceVlogsBrasil:

 

SimoneEvangelista
Especial para a CH On-line

 

 

 

Matéria publicada em 21.03.2016

COMENTÁRIOS

Envie um comentário

CONTEÚDO RELACIONADO

‘Guerra e Paz’ e o 11 de Setembro

Obra de Cândido Portinari ilustra capa e contracapa de edição da revista científica ‘The Lancet’ sobre os impactos dos atentados terroristas às torres gêmeas, nos Estados Unidos.

A matemática de Hércules

O que uma ‘matemusicista’ que contorna o tédio das aulas com rabiscos em seu caderno e um artigo publicado na revista ‘Science’ têm em comum?