Notícias da vanguarda

As pesquisas de ponta apresentadas por pesquisadores de todo o mundo no Congresso da Sociedade Internacional de Células-tronco são as estrelas dessa edição da videocoluna ‘Bioconexões’. Para debater as novidades divulgadas no evento, Stevens Rehen recebe a biomédica Bruna Paulsen, doutoranda do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que desenvolve pesquisa no Laboratório Nacional de Células-tronco Embrionárias e também esteve presente no encontro. 

Os dois pesquisadores conversam sobre alguns dos estudos que mais chamaram sua atenção no congresso, que contou com cerca de 4 mil participantes. Entre eles, uma nova metodologia capaz de simular o envelhecimento celular para aprimorar o estudo de doenças degenerativas e iniciativas que pretendem utilizar modelos de células-tronco reprogramadas para a realização de testes pré-clínicos mais precisos de medicamentos. 

Rehen e Paulsen também discutem as possibilidades de aplicação da nova metodologia de clonagem terapêutica de embriões humanos, anunciada em maio e detalhada por seu criador, o russo Shoukhrat Mitalipov, em uma das conferências realizadas no evento. Os dois debatem, ainda, a participação limitada do Brasil no congresso, o mais importante do mundo na área. 

Confira essa conversa sobre a vanguarda da pesquisa em células-tronco no novo episódio da videocoluna ‘Bioconexões’:

Matéria publicada em 30.08.2013

COMENTÁRIOS

Os comentários estão fechados

CONTEÚDO RELACIONADO

A nova fera do Rio Grande do Sul

Alexander Kellner antecipa sua coluna deste mês para apresentar a fantástica descoberta de uma espécie de carnívoro primitivo com 220 milhões de anos feita por pesquisadores gaúchos.

Passado exposto pelo terremoto

Diante da parcialidade da maior parte das análises presentes na mídia sobre a catástrofe que atingiu o Haiti em janeiro deste ano, Keila Grinberg dedica sua coluna à avaliação das raízes históricas dessa nação marcada pelo racismo desde que ainda era colônia.