Sobre divulgação e desafios

A terceira edição da videocoluna ‘Bioconexões’ vem direto da 65ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O evento, que ocorreu entre os dias 21 e 26 de julho, no Recife (PE), teve como um de seus conferencistas o biólogo Stevens Rehen, nosso colunista. A oportunidade foi ideal para Rehen abordar a importância da divulgação científica e o grande desafio de apresentar temas de fronteira a um público mais amplo, como você confere no vídeo abaixo, em que ele também discute a importância de desmistificar a figura do cientista e de aumentar os investimentos do país em ciência. 

O pesquisador também analisa avanços recentes relacionados ao estudo das células-tronco de pluripotência induzida (IPS): em um deles, cientistas utilizaram um modelo in vitro de síndrome de Down, criado a partir desse tipo de célula, para desenvolver um novo método capaz de silenciar, em laboratório, a terceira cópia do cromossomo 21, responsável pela síndrome.

Rehen também discute avanços no próprio processo de obtenção das células IPS, mencionando uma nova metodologia que prescinde do emprego de vírus para induzir a reprogramação celular.

Tudo isso e muito mais nesta edição especial da videocoluna ‘Bioconexões’. Confira:  

 

Matéria publicada em 16.08.2013

COMENTÁRIOS

Os comentários estão fechados

CONTEÚDO RELACIONADO

A nova fera do Rio Grande do Sul

Alexander Kellner antecipa sua coluna deste mês para apresentar a fantástica descoberta de uma espécie de carnívoro primitivo com 220 milhões de anos feita por pesquisadores gaúchos.

Passado exposto pelo terremoto

Diante da parcialidade da maior parte das análises presentes na mídia sobre a catástrofe que atingiu o Haiti em janeiro deste ano, Keila Grinberg dedica sua coluna à avaliação das raízes históricas dessa nação marcada pelo racismo desde que ainda era colônia.