Os muitos cantos da amazônia

O primeiro volume da coleção Vozes da Amazônia reúne o canto de aves como o macuru-de-testa-branca (foto: Luciano Naca).

Aos cientistas, amantes e admiradores de aves, um presente: um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) está organizando a coleção de CDs Vozes da Amazônia, que reúne cantos de pássaros nativos da maior floresta tropical do planeta. O primeiro volume, que reúne cantos de aves das florestas de terra firme ao norte de Manaus, foi lançado em julho e apresenta o gorjeio de 340 espécies distribuídas em quatro discos.

A coleção de cantos foi organizada por seis ornitólogos ligados ao Inpa que estudaram ou ainda estudam a diversidade dos pássaros amazônicos. “Organizamos os CDs para um público amplo, que inclui desde ornitólogos e outros biólogos até estudantes, observadores de aves e leigos que simplesmente desejem admirar a beleza dos cantos dos pássaros”, conta Mario Cohn-Haft, um dos pesquisadores envolvidos na preparação dos CDs

Curador da coleção de aves do Inpa, Cohn-Haft estuda a biogeografia dos pássaros na Amazônia há 20 anos e destaca que a coletânea é o resultado de uma verdadeira experiência de vida. “Foram 30 anos de gravação dos mais diferentes cantos de pássaros”, conta ele. “O canto é um dos elementos essenciais no meu estudo, porque é um indicador da verdadeira biodiversidade amazônica que deve, de longe, ultrapassar as estimadas 1.200 espécies de aves.”

Sinfonia florestal
Os pássaros cujo canto foi reunido na coletânea possuem os mais diferentes tipos de vozes. Todas as gravações foram feitas na própria floresta, em expedições às matas do norte amazônico. Em alguns casos, os pássaros foram estimulados a cantar com a ajuda de um recurso conhecido como playback. O método consiste em reproduzir para um pássaro uma gravação da mesma espécie para que ele responda, às vezes de forma diferente. 

Ouça amostras de cantos de aves da coleção Vozes da Amazônia (arquivos em formato MP3)
Inhambu-de-cabeça-vermelha (Tinamus major) (504 KB)
Garrinchão-coraia (Thryothorus coraya) (2,0 MB)
Araçari-negro (Selenidera culik) (800 KB)
Anacã (Deroptyus acciptrinus) (929 KB)
Formigueiro-ferrugem (Myrmeciza ferruginea) (900 KB)
Maú ou pássaro-boi (Perissocephalus tricolor) (1,3 MB)

Segundo Cohn-Haft, os ouvintes identificarão os cantos de pássaros brasileiros bem conhecidos, como curiós, corujas e bem-te-vis. “Mas quem nunca visitou a Amazônia poderá ouvir um dos pássaros mais conhecidos da floresta, o barulhento cricrió (Lipaugus vociferans), a música do uirapuru (Cyphorhinus aradus) ou os gritos estridentes do anacã (Deroptyus accipitrinus)”.

O lucro obtido com a venda do primeiro volume da coleção (confira ao final da página como comprá-lo) será revertido para a continuidade do projeto. Os ornitólogos prometem lançar em breve novos volumes com todos os pássaros catalogados por eles.

“O nome Vozes da Amazônia não é à toa. Queremos convidar todos os pesquisadores que estudam sons da floresta para participar da coletânea, que poderá no futuro ter discos com sons de cachoeiras, de sapos, de sotaques de gente, de insetos. Com este trabalho, queremos estimular o conhecimento e a apreciação da natureza, para a preservação dos pássaros e da floresta”, explica Cohn-Haft, que já tem em mente outros projetos, como um livro de fotografias de aves amazônicas.

A equipe por trás do projeto

Capa e contracapa do primeiro volume da coleção Vozes da Amazônia.

A coleção Vozes da Amazônia é fruto de um longo trabalho de muitos ornitólogos. Luciano Nicolás Naka foi o responsável pela edição do material, que começou a ser gravado por Richard Bierregaard há quase trinta anos e, depois, também por Mario Cohn-Haft.

Philip Stouffer foi o primeiro a organizar os cantos gravados, com o intuito de criar um material didático que seria utilizado pelos estudantes do Projeto Dinâmica Biológica de Fragmentos Florestais (PDBFF), do qual os ornitólogos fazem parte.

Juntaram-se à iniciativa Curtis Marantz e Andrew Whittaker, também com ampla experiência gravando aves na Amazônia. Com apoio da ONG Conservação Internacional do Brasil e ajuda da Instituição Smithsoniana, dos Estados Unidos, os pesquisadores decidiram aumentar o escopo do projeto, que culminou com o lançamento da coleção.

Vozes da Amazônia, Vol. 1. – Aves das florestas de terra firme
ao norte de Manaus: Área de endemismo das Guianas
Luciano Nicolás Naka, Philip C. Stouffer, Mario Cohn-Haft,
Curtis A. Marantz, Andrew Whittaker, Richard O. Bierregaard Jr.
Manaus, 2008, Editora Inpa
Quatro discos – encarte de 40 páginas – 340 pássaros
e 7 macacos – faixas de 10 segundos a três minutos.
R$ 85,00 + frete. Compras pelo número (92) 3643 3223
ou por e-mail: [email protected]

Juliana Marques
Ciência Hoje On-line
11/09/2008