Chegou para relativizar

O antropólogo Luiz Fernando Dias Duarte, colunista recém-chegado à CH On-line, abriu para gente as portas de sua sala no Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Sala não muito grande, mas aconchegante. Chama a atenção a quantidade e organização dos livros que abriga.

À frente da coluna Sentidos do mundo desde fevereiro de 2011, Duarte é o primeiro antropólogo a manter seção fixa na CH On-line. E foi com total consciência dessa (boa) responsabilidade que o pesquisador nos recebeu no Museu Nacional.

De pronto, brincou, lamentando o fato de não poder mostrar – como os outros colunistas que já nos receberam – um local de trabalho mais ‘imagético’, com tubos de ensaio ou fósseis. No entanto, como o leitor poderá conferir, o belo pátio interno do Museu Nacional, onde registramos a conversa, não fica nada para trás. 

Na vídeo-entrevista, o antropólogo destacou sobretudo as diferenças entre ciências humanas, exatas e naturais, e deixou claro que pretende tratar de temas densos da ciência por um viés científico menos comum: o olhar antropológico.

Assista ao vídeo de apresentação
do novo colunista da CH On-line


Thiago Camelo

Ciência Hoje On-line