Adilson de Oliveira

Publicada desde junho de 2006 por Adilson de Oliveira, físico e professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a coluna ‘Física sem mistério’ apresenta, de forma descomplicada, temas ligados a física e astronomia.

Adilson de Oliveira

Publicada desde junho de 2006 por Adilson de Oliveira, físico e professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), a coluna ‘Física sem mistério’ apresenta, de forma descomplicada, temas ligados a física e astronomia.

O grande desfile cósmico

Em clima de carnaval, Adilson de Oliveira mostra em sua coluna as semelhanças entre fenômenos naturais que regem e dão forma ao universo e elementos típicos dessa grande festa da cultura brasileira.

O estranho mundo do Doutor Estranho

Adilson de Oliveira comenta em sua coluna alguns conceitos científicos e fenômenos presentes no filme do super-herói da Marvel cujo poder são as artes místicas.

Transições superficiais

Ganhadores do prêmio Nobel de Física deste ano descreveram o comportamento de materiais que podem sofrer mudanças em sua superfície sem alterar propriedades relevantes.

Do laboratório para você

Televisões, computadores, telefones celulares e outros aparelhos do nosso cotidiano só se tornaram possíveis com muito conhecimento de física, mostra Adilson de Oliveira em sua coluna de setembro.

Física para poetas

Diante das dificuldades enfrentadas pelo ensino de ciências de uma maneira geral, nosso colunista Adilson de Oliveira propõe uma abordagem interdisciplinar para a divulgação da física.

Edição de aniversário

Adilson de Oliveira celebra os 10 anos da coluna ‘Física sem mistério’ com uma retrospectiva dos textos publicados e uma reflexão sobre os ganhos que teve quando decidiu se empenhar na divulgação da ciência.

Da geladeira ao espaço sideral

O autor da coluna ‘Física sem mistério’ apresenta o tema que lhe fascina há mais de 20 anos: magnetismo.

Verdades inventadas

No dia da mentira, a coluna ‘Física sem mistério’ reflete sobre erros e fraudes científicas. Por mais que resultados forjados possam trazer fama imediata ao cientista que os publica, quase sempre são desmascarados em seguida por outros pesquisadores.