Desvendando o Cosmos

Desvendando o complexo

O Nobel de Física deste ano reforçou uma das grandes virtudes dessa ciência: compreender, por meio de modelos, o âmago de sistemas altamente complexos. Os trabalhos premiados tratam do clima e do magnetismo da matéria

Uma questão de princípios

Muitas das teorias da física estão calcadas em princípios. Um deles, o princípio da relatividade, impõe uma ‘justiça universal’ às leis da natureza: estas devem ser as mesmas para quaisquer observadores, independentemente do lugar e do tempo, seja passado, seja futuro

As diferentes temperaturas em que vivemos

Por que o metal parece ‘mais frio’ que a madeira? Será que podemos dizer que a temperatura de um é maior (ou menor) que a do outro? Associamos temperatura às sensações de quente e frio. Isso está correto?

A narrativa dos movimentos

Ao se procurar a harmonia no céu, resolveu-se o enigma do movimento

As vacas esféricas e a arte das aproximações

Imagine vacas transformadas em ‘bolotas’ de carne e tendo que viver no vácuo. Soa estapafúrdio, não? Mas é com base nessas aproximações que os físicos resolvem muitos problemas complexos e conseguem descrever com precisão a natureza, dos átomos ao cosmos

Um campo de ideias

Para a maioria das pessoas, a palavra campo tem a ver com futebol, plantações etc. Mas, para os físicos, esse conceito foi revolucionário, permitindo construir nova representação das forças da natureza e das partículas mais fundamentais da matéria.

Além das dimensões

A escola nos ensina que há três dimensões espaciais – altura, largura e comprimento – e que o passar do tempo nada tem a ver com essas três grandezas. Mas isso é só parte da verdade. O espaço está irremediavelmente associado ao tempo, em um mundo quadridimensional. E teorias indicam que pode haver muito mais dimensões.

Quanto vale a ciência?

Uma das consequências de uma crise como a atual pandemia é reforçar algo que as nações desenvolvidas há muito já perceberam: o valor da ciência – em seu sentido mais amplo – na solução de grandes problemas.