Qual é o Problema?

Gira gira

O que uma moeda girando tem a ver com o movimento da Lua? Nesta edição, apresentamos um problema simples que ilustra uma situação curiosa e altamente não intuitiva conhecida como ‘o paradoxo da moeda’

Dando as caras

Problema envolvendo duas moedas nos mostra como usar a teoria das probabilidades para descobrir qual delas é ‘normal’ e qual tem uma das faces alterada. As lentes da matemática nos permitem analisar esse problema e chegar a uma resposta surpreendente

Ao vencedor, as batatas!

Dois problemas envolvendo batatas estimulam o raciocínio matemático, tanto geométrico quanto algébrico. Um deles envolve desenhar curvas em batatas, e o outro, uma situação desconcertante em relação ao peso delas.

Sequências magnéticas

Dando continuidade aos problemas de matemática que se parecem com mágica, apresentamos este mês uma versão mais complexa do truque da coluna passada. Novamente, precisaremos só de um(a) mágico(a) – que pode ser você –, um baralho e uma... vítima.

Cores magnéticas

Nada melhor do que começar um ano com um pouco de… ‘matemágica’, deliciosa mistura do encantamento da mágica com o da matemática. Para o truque, tudo que precisamos é de um(a) mágico(a), um baralho e uma... vítima.

Pintando números

Mais um tradicional embate entre mim e Noel. Desta vez, o ‘simpático’ barbudo não trouxe um presente, mas, sim, um problema interessante: será possível pintar os números de 1 a 9 usando duas cores apenas, evitando que um deles seja a média dos outros dois?

Os mascarados

Usar máscara pode não ser confortável, mas essa atitude simples é capaz de nos proteger e proteger os outros da contaminação pelo vírus da covid-19. Análise matemática mostra como o uso de máscaras é eficiente para combater a disseminação desse patógeno.

Missão impossível?

As irmãs Alfa e Beta ficam de castigo, cada uma em um canto, com um chapéu preto ou branco. Elas serão liberadas do castigo se, pelo menos, uma delas acertar a cor do chapéu da outra. É possível? Um pouco de análise e lógica ajudam as espertinhas.

Open chat