Pode-se prever uma erupção vulcânica?

[Pergunta enviada por Bruno Cidano, por correio eletrônico]

Apesar da grande preocupação e do empenho dos vulcanólogos, ainda não é possível prever exatamente quando ocorrerá uma erupção vulcânica. Entretanto, alguns sinais podem ser indicativos de alguma atividade próxima. 

Antes de uma erupção, o magma se concentra em áreas abaixo do vulcão, chamadas reservatórios, onde ele se move produzindo vibrações, ou seja, pequenos terremotos. Esse mesmo movimento pode provocar o desabamento das encostas do cone vulcânico. À medida que o magma se aproxima da superfície, libera gases que podem ser detectados em regiões próximas do vulcão. 

Como os vulcões entram em atividade em intervalos decentenas a milhares de anos, eles não são continuamente monitorados

A análise desses gases permite verificar se há variação na sua quantidade e composição. O movimento do magma, porém, pode não resultar em erupção. Ao invés disso, ele pode esfriar e se solidificar na subsuperfície.

Como os vulcões, em geral, entram em atividade em intervalos de centenas a milhares de anos, eles não são continuamente monitorados, mesmo porque essa prática envolve alto custo e nem sempre se repete o mesmo padrão em diferentes erupções.

No entanto, quando o vulcão emite indícios precursores, é possível evitar que ocorra uma grande catástrofe.

Marcia Ernesto
Departamento de Geofísica,
Universidade de São Paulo

Texto publicado na CH 270 (maio/2010)

Outras Matérias Nesta Edição

614_256 att-21674
614_256 att-21672
614_256 att-21668
614_256 att-21666
614_256 att-21662
614_256 att-21664
614_256 att-21660
614_256 att-21658

Outras Matéras Nesta Categoria

614_256 att-22975
614_256 att-22985
614_256 att-22993
614_256 att-22995
614_256 att-22987
614_256 att-22991
614_256 att-22989
614_256 att-22999
614_256 att-22983
614_256 att-22997
614_256 att-22963
614_256 att-22937
614_256 att-22931
614_256 att-22965
614_256 att-23039