Escalas de compreensão do cosmo

Ao longo de milênios,fomos capazes de enxergar do gigantismo do cosmo à pequenez da estrutura celular. Isso foi possível graças a novas tecnologias e, principalmente, à nossa infindável curiosidade sobre a natureza.

Ao longo de milênios, observamos a natureza e procurarmos encontrar explicações para perguntas que nos incomodam ou despertam nossa curiosidade. Foi assim com o movimento das estrelas e dos planetas, as fases da Lua, o surgimento da vida, a queda de objetos… Buscamos respostas para entender os fenômenos naturais.

Para ampliar essa compreensão, não somente desenvolvemos ideias e teorias, mas também trabalhamos para ampliar nossos sentidos e nossas percepções. Para isso,aumentamos nossa capacidade de enxergar, tanto o gigantesco quanto o diminuto,com o advento do telescópio e do microscópio,entre o século 16 e 17.

Adilson de Oliveira

Departamento de Física,
Universidade Federal de São Carlos (SP)

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-38069
614_256 att-27650
614_256 att-37965
614_256 att-37955
614_256 att-37941
614_256 att-37906
614_256 att-37815
614_256 att-37795
614_256 att-37782
614_256 att-37731
614_256 att-37727
614_256 att-37591
614_256 att-37584
614_256 att-37559
614_256 att-37571

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-78535
725_480 att-78335
725_480 att-77268
614_256 att-76019
614_256 att-74183
614_256 att-74287
614_256 att-71588
614_256 att-73297
614_256 att-72188
614_256 att-73631
614_256 att-72843
614_256 att-66018
614_256 att-56443
614_256 att-55480
614_256 att-54387