Departamento de Física
Universidade Federal de São Carlos (SP)

Há milhares de anos, notou-se que uma pedra, estranhamente, atraía a si mesma – e ‘grudava’ no ferro. Estava descoberto o magnetismo, fenômeno (ainda misterioso) que gera bem-estar para nosso cotidiano e riqueza para as nações

CRÉDITO: IMAGEM ADOBESTOCK

Meu trabalho como professor e cientista é muito gratificante. Além de formar estudantes na graduação e pós-graduação, dedico grande parte de meu tempo a pesquisas na área de magnetismo e ao desenvolvimento de metodologias de divulgação científica.

Estudo magnetismo desde minha graduação. Ao longo destes quase 35 anos, tenho investigado diferentes materiais que exibem os mais diversos comportamentos magnéticos. 

Esse meu interesse decorre basicamente do fato de o magnetismo ser uma área muito ampla e de esse fenômeno estar presente em inúmeras aplicações tecnológicas em nosso cotidiano.

O fenômeno magnético é conhecido há milhares de anos. Já por volta de 1500 a.C., há menções sobre o mineral magnetita (ímã natural) em uma lista de mercadorias da Mesopotâmia. 

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-87661
725_480 att-87755
725_480 att-87852
725_480 att-87831
725_480 att-87559
725_480 att-87613
725_480 att-87589
725_480 att-87724
725_480 att-87855
725_480 att-87818
725_480 att-87716
725_480 att-87790
725_480 att-87735
725_480 att-87796
725_480 att-87837

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-87234
725_480 att-86756
725_480 att-85936
725_480 att-85755
725_480 att-84894
725_480 att-84554
725_480 att-84261
725_480 att-83905
725_480 att-83605
725_480 att-83095
725_480 att-82636
725_480 att-82173
725_480 att-81539
725_480 att-80949
725_480 att-80355