Por que não podemos tomar antibióticos com álcool?

É verdade que não devemos tomar álcool quando se faz um tratamento à base de antibióticos. Masa ingestão de álcool durante tratamento com antibióticos não os torna menos eficientes contra as bactérias. O problema é que, quando alguém mistura os dois compostos, corre o risco de sofrer efeitos colaterais indesejáveis, como enjoo, dor de cabeça, taquicardia etc.

A razão para tal é que ambos, o antibiótico e o álcool, são xenocompostos, isto é, compostos estranhos ao organismo. Normalmente um xenocomposto é metabolizado pelo organismo e oportunamente excretado. Assim, a mistura do antibiótico com o álcool faz com que o fígado, órgão que, em geral, se incumbe da desintoxicação do corpo,tenha que trabalhar mais para livrar o organismo desses dois compostos.

Franklin Rumjanek

Instituto de Bioquímica Médica
Universidade Federal do Rio de Janeiro

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-34144
614_256 att-33970
614_256 att-33957
614_256 att-33797
614_256 att-33754
614_256 att-33744
614_256 att-33685
614_256 att-33647
614_256 att-33639
614_256 att-33622
614_256 att-34326
614_256 att-33596
614_256 att-33587
614_256 att-33344
614_256 att-33330

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-74188
725_480 att-74188
725_480 att-74188
614_256 att-27650
725_480 att-74188
725_480 att-74188
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650
614_256 att-27650