Inteligência artificial requer olhar crítico

Jornalista

Para o cientista cognitivo Diogo Cortiz, ChatGPT é ponto de inflexão no desenvolvimento da IA, mas a sociedade, que passa por momento de “maravilhamento da tecnologia”, precisa discutir consequências sociais, psicológicas e econômicas
 
 

Quando o cientista cognitivo Diogo Cortiz ingressou no mestrado, em 2008, já sabia que queria trabalhar com Inteligência Artificial (IA), mas com uma abordagem multidisciplinar, para além das questões técnicas. Hoje professor da PUC-SP, onde fez doutorado em Tecnologia da Inteligência e Design Digital, Cortiz continua “apostando em pesquisas curiosas”, como escreve em suas redes sociais, que lhe permitam “explorar o potencial da imaginação humana para responder perguntas a partir de novo arranjo conceitual.” Para ele, ferramentas de IA, como o ChatGPT, são desenhadas para um propósito, mas trazem muitas consequências que devem ser analisadas. “O olhar crítico sobre a tecnologia e seus efeitos faz com que a utilizemos da melhor forma. Éramos otimistas com a internet, que democratizaria o acesso, todo mundo poderia falar. E aí tivemos esse movimento de apropriações por players específicos, concentração de poder nas mãos de algumas poucas plataformas. Temos que olhar de forma sistêmica para as tecnologias.”  

CIÊNCIA HOJE: O ChatGPT, com a imensa popularidade que conquistou imediatamente em seguida ao seu lançamento, representa um ponto de não retorno em termos de IA?

DIOGO CORTIZ: O ChatGPT é, sem dúvida, um ponto de inflexão no processo de desenvolvimento da Inteligência Artificial. Ele marca um momento a partir do qual teremos, cada vez mais, modelos de IA maiores, mais poderosos e sofisticados, capazes de produzir resultados mais interessantes para os usuários. Por trabalhar com linguagem, forma como nós, humanos, nos comunicamos, organizamos nossos pensamentos, o ChatGPT chama mais a atenção.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-81325
725_480 att-80993
725_480 att-81117
725_480 att-80939
725_480 att-81319
614_256 att-81251
614_256 att-81229
725_480 att-81159
725_480 att-81050
725_480 att-81084
725_480 att-81375
725_480 att-80922
725_480 att-80958
725_480 att-80949
725_480 att-81342

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-87661
725_480 att-87157
725_480 att-86817
725_480 att-86074
725_480 att-85453
614_256 att-85187
725_480 att-84683
725_480 att-84441
725_480 att-83943
725_480 att-83339
725_480 att-83108
614_256 att-82607
725_480 att-82269
725_480 att-81702
725_480 att-80418