Retrato destes tempos difíceis

Por meio de crônicas, médico e pesquisador que atuou na linha de frente do combate à covid-19 traz um olhar sensível e privilegiado sobre a pandemia, desmistifica crenças negacionistas e defende a ciência nacional

A pandemia de covid-19 causou um grande impacto social e pessoal nestes últimos anos. Individualmente, poucas pessoas foram impactadas de forma tão impressionante quanto o pesquisador e médico Marcus Lacerda. Lacerda foi um dos pioneiros na realização de estudos clínicos relacionados à covid-19 e alvo preferencial do chamado ‘Gabinete do ódio’ (grupo de extrema direita investigado pela disseminação de fake news e incitação da violência), já que seus achados não compactuavam com os desejos e crenças do atual governo brasileiro. Nesse período, Lacerda publicou trabalhos seminais sobre o tratamento da covid-19, mostrando claramente o que deveria e o que não deveria ser feito. Com competência e dedicação, liderou uma grande equipe de diversas instituições, com a qual tive o prazer de colaborar em vários desses trabalhos. 

Quarentena no rio Negro: semanário sobre a pandemia de covid-19 na Amazônia
Marcus Lacerda
Casa Literária, 2021, 134p.

Mauricio L. Nogueira
Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Abrir Chat