Henry Bates, herói da evolução

Observador atento e coletor prolífico, o naturalista que passou 11 anos na Amazônia foi autor de artigo que deu sustentação à teoria da evolução quando ela era atacada por todos os lados.

Henry Walter Bates nasceu em 1825, em Leicester, no interior da Inglaterra. Seus pais eram donos de um pequeno armazém e ele logo foi recrutado para ajudar no negócio da família. Com 14 anos, já enfrentava jornadas exaustivas de trabalho, que conciliava da melhor maneira possível com seu amor pelas ciências naturais. Bates era, acima de qualquer coisa, um estudioso de insetos. Já aos 18 anos havia dado sua primeira contribuição à literatura científica, com o trabalho ‘Notas sobre insetos coleópteros frequentadores de locais de despejo’, publicado na revista Zoologist, em janeiro de 1843.

Luiz Mors Cabral

Instituto de Biologia,
Universidade Federal Fluminense

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outros conteúdos desta edição

coringa
614_256 att-32054
614_256 att-27650
614_256 att-30742
614_256 att-30721
614_256 att-30736
614_256 att-30677
614_256 att-28855
614_256 att-30618
614_256 att-30608
614_256 att-30486
614_256 att-30446
614_256 att-30399
614_256 att-30381
614_256 att-30342

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-78239
725_480 att-77232
725_480 att-75781
614_256 att-74161
614_256 att-70595
614_256 att-74252
614_256 att-73484
614_256 att-72764
614_256 att-72108
614_256 att-71023
614_256 att-61579
614_256 att-59382
614_256 att-56275
614_256 att-55423
614_256 att-54093