Somar é uma das primeiras coisas que aprendemos na escola. Mas a adição pode nos ‘pregar peças’ ‒ por exemplo, a soma de números cada vez menores pode ser… finita. Isso é sempre assim? Ou toda regra tem exceção?

Desafio

Pegue a soma dos inversos dos números pares: 1/2 + 1/4 + 1/6 +…. Será que ela diverge?

A adição é uma das primeiras operações matemáticas que aprendemos. Adicionar dois números acaba se tornando tão natural que, para dizermos que algo é muito evidente, usamos a expressão “tão certo quanto 2 + 2 = 4”. Mas e se continuarmos somando números, uma infinidade deles, será que a tal obviedade se mantém?

À primeira vista, poderíamos imaginar que somar números incessantemente resultará em um número cada vez maior. Um exemplo simples é 1 + 2 + 3 + … .

Marco Moriconi
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-40265
614_256 att-27650
614_256 att-40238
614_256 att-40206
614_256 att-40145
614_256 att-40138
614_256 att-40127
614_256 att-40107
614_256 att-40077
614_256 att-39904
614_256 att-39796
614_256 att-39865
614_256 att-39814
614_256 att-39875
614_256 att-39909

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-78550
725_480 att-78394
725_480 att-77802
725_480 att-76487
614_256 att-74178
614_256 att-74280
614_256 att-69551
614_256 att-72788
614_256 att-73412
614_256 att-72023
614_256 att-72261
614_256 att-71188
614_256 att-66772
614_256 att-57222
614_256 att-56484