Impressão 3d como aliada da perícia criminal

A impressão 3D é largamente usada em diferentes áreas da nossa sociedade, que vão da arquitetura à medicina. E, recentemente, tornou-se também aliada da química forense, que aplica os conhecimentos da química na resolução de crimes. Da fabricação de coletores que permitem análises mais precisas de resíduos deixados por disparos de armas de fogo à impressão de evidências, como marcas de pneu e impressões digitais, as impressoras 3D, definitivamente, ganharam um lugar nos laboratórios de criminalística.

CRÉDITO: FOTO ADOBE STOCK

Sílvia Vaz Fernandes de Castro, Rafael Melo Cardoso e Rodrigo Alejandro Abarza Muñoz
Instituto de Química,
Universidade Federal de Uberlândia

Rodrigo Henrique de Oliveira Montes
Superintendência da Polícia Técnico-Científica

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Outras Matérias Nesta Edição

614_256 att-27650
614_256 att-55945
614_256 att-55919
614_256 att-55851
614_256 att-55881
614_256 att-55860
614_256 att-55796
614_256 att-55602
614_256 att-55827
614_256 att-55555
614_256 att-55553
614_256 att-55501
614_256 att-55630
614_256 att-55480
614_256 att-55423

Outras Matéras Nesta Categoria

725_480 att-76091
725_480 att-76062
725_480 att-76000
725_480 att-76274
725_480 att-76274
725_480 att-76274
614_256 att-74148
614_256 att-74137
614_256 att-74101
614_256 att-74097
614_256 att-74086
614_256 att-72401
614_256 att-72616
614_256 att-73247
614_256 att-72642