No túnel do tempo com James Webb

Instituto de Física
Universidade Federal Fluminense

‘Máquina do tempo cósmica’, último episódio da série ‘Explorando o Desconhecido’, da Netflix, mostra os muitos desafios e riscos do projeto que levou ao espaço o supertelescópio que busca contribuir para entendermos mais sobre o universo

CRÉDITO: IMAGENS DIVULGAÇÃO

A quarta e última parte da série documental Explorando o Desconhecido, da Netflix, revela os bastidores do projeto do maior telescópio já lançado ao espaço, o James Webb Space Telescope (JWST, na sigla em inglês). O episódio, chamado Máquina do Tempo Cósmica, acompanha a equipe de engenheiros e cientistas durante o desenvolvimento do trabalho que levou o equipamento a 1,6 milhões de quilômetros da Terra e que promete dar um salto na busca para entender o universo. 

O JWST foi lançado, com sucesso, em  25 de dezembro de 2021, após diversos altos e baixos no processo de desenvolvimento e aprovação do projeto, que perduraram por décadas até a superação dos riscos envolvidos na missão. Em 12 de julho de 2022, as primeiras imagens captadas pelo telescópio foram divulgadas, surpreendendo todo o mundo. Diferentemente do Hubble Space Telescope, que o antecedeu, o JWST registra imagens captando a radiação infravermelha, que corresponde à região do espectro das ondas eletromagnéticas com uma frequência mais baixa do que aquelas que o olho humano é capaz de enxergar. Apesar disso, os registros do JWST podem ser traduzidos pela equipe em imagens a cores visíveis para todos nós. 

Além de dar um grande salto em termos de sensibilidade, por cobrir uma diferente faixa do espectro, o JWST é capaz de observar o interior das nuvens de poeira onde as estrelas planetas se formam e também captar objetos que estão a bilhões de anos-luz e assim “olhar” mais para trás no tempo com o objetivo de ver as primeiras galáxias que se formaram no universo primitivo. Daí o nome do episódio, A máquina do tempo cósmica.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

725_480 att-84683
725_480 att-84761
725_480 att-84721
725_480 att-84899
725_480 att-84826
725_480 att-84695
725_480 att-84850
725_480 att-84858
725_480 att-84585
725_480 att-84775
725_480 att-84594
725_480 att-84571
725_480 att-84560
725_480 att-84554
725_480 att-84813

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-81325
725_480 att-80216
725_480 att-85608
725_480 att-84242
725_480 att-83492
725_480 att-82980
725_480 att-79967
725_480 att-78808
725_480 att-75887
614_256 att-74243
725_480 att-84013
725_480 att-79357
614_256 att-64501
614_256 att-72323
614_256 att-74333