O lado escuro dos planetas

O sistema planetário Alfa-C é bem curioso: ele tem planetas esféricos de mesmo raio. Uma missão chefiada pelo astronauta Calvin d’Águas deve fazer o levantamento da soma da ‘área de sombra’ de cada um desses planetas. Missão impossível?

O astronauta Calvin d’Águas está encarregado de uma missão interplanetária curiosa. Ele vai explorar o sistema planetário Alfa-C, de onde trará informações importantes, como condições de habitabilidade, características minerais, existência de água e… qual a ‘área de sombra’ total, ou seja, aquela que não pode ser vista a partir de qualquer um dos outros planetas do sistema.

Ao se preparar para a missão, Calvin começou a estudar Alfa-C e descobriu um fato relevante: além de esféricos, todos os planetas desse sistema têm exatamente o mesmo raio. Imediatamente, Calvin passou uma mensagem para seus superiores, dizendo que poderia poupar muito tempo e dinheiro da missão. A mensagem? “Não precisamos investigar a área de sombra, pois já sei qual ela é”.

 

Marco Moriconi
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje