Uma jornada pela evolução do universo

Nova temporada da série Cosmos leva o público em uma viagem desde o passado mais remoto até as incertezas do nosso futuro, percorrendo as principais descobertas da ciência e debatendo o lugar do ser humano no mundo

CRÉDITO: FOTO DIVULGAÇÃO

Após o grande sucesso da série Cosmos: uma odisseia do espaço-tempo (2014) – um remake da série Cosmos: uma viagem pessoal (1980) –, o astrofísico norte-americano Neil deGrasse Tyson convida o espectador para acompanhá-lo em Cosmos: mundos possíveis (2020), uma nova jornada pelos quase 14 bilhões de anos de evolução do universo. Recomendada para todo tipo de público, desde os espectadores em geral até cientistas e especialistas, a série atualiza as descobertas de diferentes ramos da ciência (cosmologia, física, química, biologia, arqueologia) com uma discussão crítica sobre nosso lugar no cosmos.

Felipe Carrelli
Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Mídias Criativas da Escola de
Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Leila Lobato Graef
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje