Por que precisamos de utopias?

Em tempos sombrios, a utopia representa não só a esperança, mas a necessidade urgente de felicidade.

O desejo de ver as coisas melhorarem não adormece. Nunca nos livramos do desejo, ou então nos livramos apenas ilusoriamente {…}
Não é hora de desistir dos desejos. Os que sofrem privações sequer pensam nisso: eles sonham que seus desejos um dia serão realizados.

O Princípio da Esperança, de Ernst Bloch, Contraponto.

 

O homem constrói utopias incessantemente porque deseja, porque tem esperança e porque almeja um futuro melhor. Nesse sentido, as utopias se configuram em resistência a uma vida sufocante, hostil e tenebrosa. São elas o porto seguro para a evasão, para os devaneios que vão acalentar e fortalecer a alma dos homens. A utopia encontra na esperança a sua maior aliada.

Georgina Martins

Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras)
Curso de Especialização em Literatura Infantil e Juvenil, Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Escritora de livros para crianças e jovens

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-50985
614_256 att-27650
614_256 att-50899
614_256 att-50940
614_256 att-50849
614_256 att-50840
614_256 att-50832
614_256 att-50813
614_256 att-50822
614_256 att-50799
614_256 att-50791
614_256 att-50910
614_256 att-50759
614_256 att-50647
614_256 att-50703

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-79941
725_480 att-79333
725_480 att-78817
725_480 att-78453
725_480 att-77795
725_480 att-76481
614_256 att-66241
614_256 att-74312
614_256 att-73430
614_256 att-73106
614_256 att-72333
614_256 att-72017
614_256 att-71095
614_256 att-70670
614_256 att-57088