A importância dos marcos cartográficos

As instituições cartográficas de cada país são responsáveis pela materialização do sistema de referência territorial, definindo a localização de marcos físicos que são protegidos por lei

Criar mapas faz parte da nossa história. É incrível como todas as civilizações em seus processos evolutivos recorreram a esta estratégia de comunicação. Mapas falam. São frutos de interpretações que representam contextos culturais de cada época, trazendo versões do mundo vivido e imaginado. Além de localizar e relacionar espacialmente objetos e eventos, e de auxiliar em deslocamentos, mapas definem limites – algo sempre fundamental para a gestão de propriedades, públicas ou privadas, e territórios. Mas como reconhecer limites no terreno?

Exemplo de marco brasileiro

Carla Madureira Cruz
Departamento de Geografia
Instituto de Geociências
Universidade Federal do Rio de Janeiro

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-54941
614_256 att-27650
614_256 att-54881
614_256 att-54851
614_256 att-54792
614_256 att-54761
614_256 att-54764
614_256 att-54846
614_256 att-54554
614_256 att-54552
614_256 att-54514
614_256 att-54719
614_256 att-54216
614_256 att-54278
614_256 att-54079

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-85445
725_480 att-85037
725_480 att-84560
725_480 att-84407
725_480 att-83963
725_480 att-83519
725_480 att-83228
725_480 att-82731
725_480 att-82341
725_480 att-81738
725_480 att-80958
725_480 att-80689
725_480 att-79873
725_480 att-79341
725_480 att-78545