Um retrato da luta feminina na ciência

Filme narra a rica trajetória da cientista Marie Curie, primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel, e expõe seus grandes feitos, suas frustrações e suas batalhas em um ambiente dominado pelos homens

Não se pode falar de grandes personalidades femininas da história sem lembrar de Marie Skłodowska-Curie (1867-1934), física e química polonesa naturalizada francesa. Ela fez pesquisas pioneiras sobre radioatividade e foi a primeira mulher a ganhar o Prêmio Nobel e a única pessoa a receber a premiação em duas áreas diferentes – Física, em 1903, e Química, em 1911.

Sabrina Baptista Ferreira
Instituto de Química,
Universidade Federal do Rio de Janeiro

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Para acessar este ou outros conteúdos exclusivos por favor faça Login ou Assine a Ciência Hoje.

Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros conteúdos desta edição

614_256 att-54941
614_256 att-27650
614_256 att-54881
614_256 att-54851
614_256 att-54792
614_256 att-54761
614_256 att-54764
614_256 att-54846
614_256 att-54554
614_256 att-54552
614_256 att-54514
614_256 att-54719
614_256 att-54421
614_256 att-54278
614_256 att-54079

Outros conteúdos nesta categoria

725_480 att-78808
725_480 att-75887
614_256 att-74243
725_480 att-79357
614_256 att-64501
614_256 att-72323
614_256 att-74333
614_256 att-73008
614_256 att-71418
614_256 att-56553
614_256 att-55881
614_256 att-53603
614_256 att-52516
614_256 att-51662
614_256 att-50849