Latitudes e longitudes

Nem sempre um par de coordenadas foi o recurso usado para se localizar um ponto no globo terrestre. Para garantir a realização de viagens de ida e volta foi necessário considerável investimento em mapas e sistemas de localização

CRÉDITO: DAVID RUMSEY HISTORICAL MAP COLLECTION_QUAD, MATTHIAS, 1557-1613

Antes de convencionarmos os sistemas de posicionamento globais – popular GPS, na sigla em inglês –, não era raro encontrar sistemas locais ou até arbitrários. Este arranjo, comum no passado, dificultou a integração de mapas antigos, embora tenha facilitado, em certo aspecto, o sigilo de algumas áreas ou trajetos considerados estratégicos para lideranças políticas e religiosas tempos atrás. Por conta disso, os mapas da atualidade necessitam de uma pesquisa histórica, para que seja possível recuperar e associar as referências posicionais do passado com os sistemas contemporâneos, dado que muitos desses documentos se configuram, em certos aspectos, verdadeiros “mapas do tesouro”.

Carla Madureira Cruz
Departamento de Geografia
Instituto de Geociências
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat