Novos gigantes da China

Pesquisadores chineses e brasileiros acabam de descrever dois novos dinossauros saurópodes, de 15 e 17 metros de comprimento. As espécies, que provêm de rochas formadas há 120 milhões de anos na província Xinjiang, demonstram o potencial da região

Cenário hipotético mostrando os dinossauros Hamititan (à esquerda) e Silutitan (à direita) caminhando sobre uma área de construção de ninhos e causando uma revoada do réptil voador Hamipterus, às margens de lagoas e rios que existiam há aproximadamente 120 milhões de anos na região que hoje chamamos de Xinjiang, no noroeste da China   CRÉDITO: Maurílio Oliveira

Xinjiang, região autônoma situada na parte noroeste da República Popular da China, tem estado frequentemente na mídia devido a violações aos direitos humanos dos uigures, minoria étnica de origem muçulmana que vive lá. Mas essa área, em particular um deserto localizado nas proximidades da cidade de Hami, também está sendo cada vez mais conhecida pelo seu conteúdo paleontológico. Os primeiros fósseis descobertos foram centenas de ossos de pterossauros, que são répteis alados.

Agora, em artigo publicado na Scientific Reports, acabam de ser registrados os primeiros dinossauros. O trabalho foi coordenado por Xiaolin Wang, do Instituto de Paleontologia de Vertebrados e Paleoantropologia, na China, e teve a participação da aluna de doutorado do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro Kamila Bandeira e deste colunista, que estava no campo quando um dos exemplares foi encontrado.

Alexander W. A. Kellner

Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Academia Brasileira de Ciências

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat