Mais que um sistema de saúde

Estudo sobre programas de plantas medicinais e fitoterápicos aponta que tradição e globalização convivem no SUS, e que essa dualidade irá fortalecer e ampliar o próprio sistema de saúde.

O Sistema Único de Saúde (SUS), instituído na Constituição Federal de 1988, é mais que um sistema de saúde. Compreende e promove saúde em uma dimensão mais ampla que a mera ausência de doenças, e é a principal força estruturante de um macrossistema técnico que agrega e coordena diversos sistemas e redes de objetos, ações, fluxos e informações para além daqueles diretamente envolvidos na assistência à saúde. Todo sistema técnico indissociavelmente é político, envolve escolha de realização de determinado projeto social, implicando populações e territórios em uma duração no tempo e extensão no espaço.

Luis Henrique Leandro Ribeiro

Departamento de Geografia
Universidade Federal do Rio de Janeiro

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

CONTEÚDO RELACIONADO

Biohacking, o que é isso?

Privadas capazes de analisar fezes e urina. Cidades iluminadas por organismos vivos. Obras de arte produzidas por organismos geneticamente modificados. Tudo criação de biohackers!

Pioneira na genética

Primeira mulher a se doutorar em história natural no Brasil, Chana Malogolowkin descobriu uma linhagem de drosófilas que não gerava machos, e usou, pela primeira vez, os órgãos genitais dessas moscas para classificar as espécies irmãs.