Mágica invariante

Um baralho e um pouco de aritmética dão origem a um truque simples e desconcertante. Não importa como embaralhemos as cartas, a mesma soma sempre aparece. Será mágica? Ou a matemática, mais uma vez, pode explicar?

Máximus e Vítor estão de volta. Se você não se lembra deles, ajudo: Máximus é nosso mágico matemático, que vem sempre acompanhado de seu fiel ajudante, Vítor, a vítima.

Marco Moriconi
Instituto de Física,
Universidade Federal Fluminense

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje

Open chat