Os vírus e suas criativas estratégias de reprodução

Assustadores e, ao mesmo tempo, fascinantes, os vírus apresentam formas criativas de transmitir sua informação genética e se propagar nas células de seus hospedeiros. Se os organismos vivos – seja uma bactéria causadora da meningite ou um elefante cinza do Nepal – têm apenas uma forma de reprodução genética, os vírus, esses parasitas replicantes acelulares, empregam uma variedade riquíssima de maneiras de fazer a mesma coisa, subvertendo, por vezes, regras biológicas consideradas o ‘dogma da vida’.

O segredo da vida, pelo menos sob a perspectiva da biologia molecular, consiste em passar a informação genética de geração a geração. Essa delicada tarefa é um processo em que todos os organismos vivos estão empenhados e no qual empregam muita energia. Propagar a informação contida nos genes é importante para a continuidade das espécies. E como o processo de transmissão da informação requer uma etapa de cópia antes da propagação, alterações genéticas podem ocorrer, o que gera diversidade ao longo dos anos.

Gustavo Olszanski Acrani
Faculdade de Medicina,
Universidade Federal da Fronteira Sul (campus Passo Fundo/RS)

Edição Exclusiva para Assinantes

Para acessar, faça login ou assine a Ciência Hoje